Página inicial / Fontes de Informação / Um Atlas para viajar pelo território e pela literatura ao mesmo tempo

Um Atlas para viajar pelo território e pela literatura ao mesmo tempo

Perceber a evolução histórica das paisagens no território continental português através de excertos de obras literárias dos séculos XIX e XX é possível através do projeto Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental, uma parceria entre o IELT e o IHC, unidades de investigação da FCSH – Universidade Nova de Lisboa.

Sandra GonçalvesPort

“Com um grande estrondo o comboio entrou na estação. A plataforma ficou logo cheia de gente, que ia, arrebatada, com embrulhos, chapeleiros, acotovelando-se. Saloios com os passos pesados das suas solas pregueadas, apressavam-se; havia nas faces um ar estremunhado e pasmado; uma criança chorava desesperadamente…”

Assim descrevia Eça de Queirós, em 1880, a Estação de Santa Apolónia, em Lisboa. Excerto literário da obra “A Capital”, uma fulgente crítica aos oportunistas, aos falsos intelectuais, aos vícios de uma sociedade que vivia de expedientes menos honestos. Este é um dos 7.541 apontamentos que podem ser encontrados no Atlas das Paisagens Literárias de Portugal Continental, coordenado por Natália Constâncio e Daniel Alves, investigadores do IELT e IHC, respetivamente.

Através da leitura de obras literárias de escritores dos séculos XIX e XX, foram selecionados excertos que, por sua vez, foram referenciados a uma unidade territorial. Um trabalho rigoroso e exaustivo que pode agora ser consultado a partir de qualquer dispositivo com ligação à Internet (smartphone, tablet, PC) na aplicação online deste Atlas.

Concebido em 2010 pela investigadora Ana Isabel Queiroz, do Instituto de História Contemporânea, o projeto esteve adormecido até 2018, altura em que a coordenadora lançou o desafio a Natália Constâncio e Daniel Alves para lhe darem um novo impulso.

O que começou por ser um trabalho académico está agora aberto a todos os utilizadores para consulta, permitindo perceber a evolução da paisagem portuguesa através de excertos literários. Um menu no topo da aplicação permite escolher por entre 194 autores, 385 obras, 7.541 excertos literários e 27 temas, num total de 2.926 localizações precisas. Com o sistema de informação geográfica (GIS) ligado, a aplicação identifica a localização do utilizador e mostra todos os excertos literários que constam da base de dados num raio de 500 metros.

A base de dados do Atlas reúne mais de sete mil excertos recolhidos por “leitores de paisagens literárias”, em mais de 385 obras, de 194 escritores, do século XIX ao XX

Sobre admin

Check Also

Jornada da Leitura 6.0

https://observatoriodolivro.org.br/ Programação incrível de lives apresentadas por especialistas, escritores e artistas, que vão falar sobre os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *