Página inicial / Covid-19 / Sesc São Paulo aposta em conteúdos culturais digitais

Sesc São Paulo aposta em conteúdos culturais digitais

PARA TODOS São opções disponíveis no site um programa sobre literatura com Chico Buarque; um show do rapper Rashid; e um documentário sobre a arte circense

O isolamento social recomendado durante a pandemia do novo coronavírus levou o Sesc São Paulo a lançar uma plataforma digital inédita. Chamado Sesc Digital, o site reúne cursos, oficinas, shows, debates, informações sobre atividades físicas e muitos outros tipos de conteúdo, todos gratuitos.

Disponível desde a última sexta-feira, o portal ainda está em fase beta pelo link https://sesc.digital/, o que quer dizer que a versão atual está em desenvolvimento, mas já pode ser utilizada. O uso, aliás, é simples. Não exige cadastro e nenhuma burocracia. Basta clicar no conteúdo desejado e aproveitar.

A página inicial traz os destaques da agenda virtual, mas logo abaixo os materiais estão dividos em oito categorias: ‘Música’, ‘Literatura’, ‘Dança’, ‘Arquitetura’, ‘Cinema e Vídeo’, ‘Esporte’, ‘Circo’, ‘Teatro’. Clicando no menu da parte superior, o internauta tem, ainda, acesso a outras seções, como ‘Cidadania’, ‘Alimentação’, ‘Meio Ambiente’, ‘Tecnologia’ e ‘Turismo Social’.

Nas palavras do diretor do Sesc em São Paulo, Danilo Santos de Miranda, a plataforma foi criada “levando em conta a necessidade das pessoas que estão cada uma em seus respectivos lares, receberem informações, continuarem participando da vida social, cultural, se envolverem com as coisas mais variadas”.

Segundo ele, trata-se de um site inovador, moderno, diferente, e “absolutamente atualizado com todo o conteúdo daquilo que é realizado e oferecido ao público”. “Em termos de ações no campo da cultura, atividades físicas, saúde, alimentação, ações voltadas ao idoso, à criança, tendo perspectiva de bem estar, de bem viver, fazendo com que as pessoas tenham informação sobre o que é melhor para a vida delas, para o dia a dia”, resume, sobre os conteúdos, dispostos em seções “para todas as idades”, com foco no “enriquecimento pessoal”.

Já a descrição oficial do projeto mostra que a iniciativa “visa transpor as ações do Sesc São Paulo ao ambiente e à linguagem digitais, expandindo o alcance das suas práticas de ação e difusão cultural de forma substancial e diferenciada, fortalecendo seu compromisso com um processo educativo participativo, continuado e inclusivo”.

Conteúdo em destaque

Dentre os destaques que figuram a página inicial do Sesc Digital, estão o perfil da dupla Alvarenga e Ranchinho; a reinterpretação em rap para os clássicos de Homero ‘Ilíada’ e ‘Odisseia’; um seminário sobre futebol; o programa ‘Passagem de Som’ com o músico Tom Zé; os episódios da série ‘Índios em Movimento’, que contextualiza o cenário atual dos povos originais. Ou seja, o conteúdo do site é, além de extenso, diverso, feito para agradar a todo tipo de internauta.

Na categoria ‘Música’, as opções em evidência são o programa Instrumental Sesc Brasil, com a Nelson Ayres Big Band, um show do rapper Rashid e o disco ‘Rei Vadio’, do cantor e compositor paulistano Romulo Froés.

Em ‘Literatura’, o site mostra inicialmente o episódio ‘Os Ritmos da Prosa’ do programa ‘Super Libris’, no qual Chico Buarque explica como encontra a música em seu texto; a leitura de trechos selecionados da obra da escritora Alice Ruiz; e um encontro chamado ‘Perspectivas – Mulheres e Quadrinhos’, que mostra como a produção e o protagonismo femininos têm construído novos discursos nas HQs.

A variedade é aplicável aos outros temas. A seção ‘Dança’ oferece uma ferramenta de planejamento nesta área, além de um podcast sobre dança clássica e um espetáculo que discute a vida nas fronteiras da dor.

Na categoria ‘Arquitetura’ o intenauta encontrará programas sobre patrimônios históricos, coleções sobre palcos brasileiros e debates. Em ‘Cinema e Vídeo’, são pauta discussões sobre os cinemas do Brasil e dos Estados Unidos, retrospectivas e perfis de cineastas.

Em ‘Esporte’ há bate-papos sobre os Jogos Olímicos, séries que mostram vitórias incríveis e também vídeos com a devoção de torcedores. Por outro lado, ‘Circo’ apresenta um documentário sobre a história deste fazer artístico, um espetáculo na íntegra e conversas sobre a relação neste meio de trabalho.

A última das principais categorias, ‘Teatro’, põe em foco o Teatro de Revista, mostra a encenação pela ótica de Antunes Filho e explora a rua como espaço cênico. Vale lembrar que além das opções citadas, em destaque, ao clicar no botão “mais” de cada uma das guias é possível acessar outras dezenas de materiais.

Fonte: O Diário

Sobre admin

Check Also

Jornada da Leitura 6.0

https://observatoriodolivro.org.br/ Programação incrível de lives apresentadas por especialistas, escritores e artistas, que vão falar sobre os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *