Página inicial / Leitura / Incentivado a leitura das crianças

Incentivado a leitura das crianças

Sono, alimentação, banho, vestimenta, higiene, diversão. O que é que está faltando? Leitura.

Pode-se pensar que crianças de até três anos ainda não são capazes de aprender uma tarefa tão complexa quanto decifrar símbolos, agrupa-los em blocos e relaciona-los a entes, e que por isso tentar ensinar a criança a ler é inútil. Entretanto, não é bem assim que a coisa funciona. Embora crianças ainda não tenham a capacidade de estabelecer as relações complexas necessárias para a leitura, há uma série de atividades que podem e devem ser feitas pelos pais para que o processo de alfabetização seja facilitado quando chegar a hora.

Em primeiro lugar, é necessário criar uma rotina em que a criança assista aos pais durante o exercício da leitura. Acostume-se a reservar um horário para ler algo de sua preferência. Não precisa ser ficção, pode ser uma leitura técnica mesmo. O importante é que a criança identifique a leitura como uma atividade prazerosa.

Outra prática importante é a leitura pausada e em voz alta de histórias. Para crianças dessa faixa etária escolha livros com poucas frases e que possuam bastantes desenhos. Não se preocupe em mostrar as palavras e tentar relaciona-las para que a criança se acostume à palavra escrita. Ainda não é hora disso. Apenas exponha seu filho à maior variedade possível de palavras faladas, pois o vocabulário familiar é muito restrito e não suficiente para que a habilidade auditiva se desenvolva plenamente.

Quando fizer a leitura em voz altaleia pausadamente. Crianças ainda não são capazes de discernir com bastante desenvoltura os diversos tipos diferentes de sons. Se você ler muito rápido, para ela a fala soará como uma maçaroca. A leitura lenta facilitará a apreensão dos fonemas. Ainda, passe os dedos por baixo das linhas à medida que as lê. Isso fará com que seu filho perceba que os silêncios entre as palavras correspondem ao espaço em branco entre as palavras escritas, que a leitura é feita da esquerda para direita, de cima para baixo, uma linha após a outra.


Outra coisa. Habitue seu filho ao livro. O que isso quer dizer? Deixe-o manipular o 
objeto livro. Mostre para ele, e diga, o que é a capa, a contracapa, o título do livro, o nome do autor. Isso é importante para que a criança percebe que existe uma relação entre a linguagem oral e a escrita.

À medida em que a criança adquirir preferências, é possível começar a questiona-la a respeito de aspectos das histórias preferidas, como, qual passagem ela mais gostou, qual seu personagem preferido, tudo para que ela associe o hábito da leitura à diversão.

Outra dica é preparar um espaço de leituras para seu filho. Organize uma pequena biblioteca com os livrinhos, objetos, um lugar confortável para ela sentar. Estimule a criança a frequentar esse espaço e manipular os livros.

Esses passos iniciais são muito importantes para facilitar o processo seguinte, que é o da identificação das letras, palavras e frases e o estabelecimento da relação de cada com os fonemas que a criança está habituada a ouvir. O respeito a essa ordem de aprendizado fará maravilhas para o início da alfabetização do seu filho. Mãos à obra, e até a próxima.

Fonte: Alecrim Costurando Afeto

Sobre admin

Check Also

Jornada da Leitura 6.0

https://observatoriodolivro.org.br/ Programação incrível de lives apresentadas por especialistas, escritores e artistas, que vão falar sobre os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *