Página inicial / Notícias / Crise financeira da Cinemateca Brasileira é debatida com entidades do audiovisual

Crise financeira da Cinemateca Brasileira é debatida com entidades do audiovisual

Texto por Marco Calejo

Em prol da Cinemateca Brasileira, a cultura nacional foi o tema central da Audiência Pública virtual da Câmara Municipal de São Paulo nesta quinta-feira (18/6). A reunião foi promovida pela Comissão de Educação, Cultura e Esportes, presidida pelo vereador Eliseu Gabriel (PSB).

O foco do debate foi sobre a atual crise econômica da instituição, que passa por dificuldades financeiras. A Cinemateca está instalada na capital paulista, em uma estrutura da Prefeitura de São Paulo, porém todo o acervo e os recursos de manutenção são de responsabilidade do governo federal.

Além de vereadores, a audiência contou com a participação do secretário municipal de Cultura, Hugo Possolo, de representantes de entidades cinematográficas e do diretor-geral da Acerp (Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto), que administra a Cinemateca Brasileira, Francisco Câmpera.

O que é a Cinemateca Brasileira

Criada em 1940, a Cinemateca Brasileira tem o maior acervo da América do Sul, com aproximadamente 250 mil rolos de filmes. A instituição preserva mais de um milhão de documentos audiovisuais, como roteiros, fotografias, cartazes, recortes de imprensa, livros e desenhos.

Acesse a matéria completa em Câmara Municipal de São Paulo e fique por dentro dos principais assuntos debatidos na audiência pública

Sobre admin

Check Also

Jornada da Leitura 6.0

https://observatoriodolivro.org.br/ Programação incrível de lives apresentadas por especialistas, escritores e artistas, que vão falar sobre os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *