Página inicial / Biblioteconomia / Bibliotecas / Bibliotecas Escolares / Vivências Pedagógicas Entre Serras

Vivências Pedagógicas Entre Serras

Texto por Luciane Mietto e Nancy Bonnanome

“Vivências Pedagógicas Entre Serras “… este é o nome de uma proposta educacional, um nome  auto-explicativo que visa atender as necessidades culturais e educacionais de crianças, adolescentes; bem como de professores e gestores, que buscam inovação e parceria para seus projetos.

Oferecendo como cenário uma peculiar parte da Serra da Mantiqueira na cidade de São João da Boa Vista e Águas da Prata-SP, onde se localiza um pedaço da borda de um vulcão, a noroeste do estado de São Paulo e próximo ao sul de Minas; como espaço de enriquecimento de aprendizados e sociabilidade.

A equipe de “Vivências Pedagógicas Entre Serras” estabelece três frentes de ações: Feira de Livros nas Escolas, Passeios nas serras com lazer e conteúdo lúdico- didático e Serviços de organização de acervos e atendimento pertinentes em Biblioteca Escolares.

No âmbito dos recursos humanos nosso time foi inicialmente formado pelo encontro de experiências de três mulheres que atuaram em áreas diversas e convergentes: uma coordenadora de ensino e professora universitária com passagem pelo Rio de Janeiro, São Paulo e Campo Grande; uma representante de livros infantojuvenis em distribuidora para as melhores escolas da capital paulista e uma arte-educadora e bibliotecária que também mudou-se de São Paulo para a região de São João da Boa Vista.

Dessa forma, procuramos oferecer com esmero, carinho e propriedade os serviços os acima citados, os quais dedicamos não apenas às escolas da cidades de São João da Boa Vista e Águas da Prata, cidades vizinhas, mas para todas cidades dessa região como Vargem Grande do Sul, Espírito Santo do Pinhal, São Sebastião da Grama, Divinolândia, São José do Rio Pardo, Mococa, Itobi, Casa Branca dentre outras, bem como temos a pretensão de atender demandas de escolas de Campinas e São Paulo ao procurarem refúgios de natureza exuberante e peculiar como estes.

Por meio do “Projeto Café: do plantio à xicara” os alunos embarcam numa viagem no tempo em uma fazenda que iniciou nos anos de 1930 em diante, uma grande plantação e exportação de seu produto: o café. Nessa época, hospedou cinquenta famílias italianas e a memória desse tempo faz a história atraente por meio de uma casinha conservada daquele passado, o que torna a aquisição do aprendizado lúdico, brincante e saboroso…

Com o “Projeto Água: se é dela que precisamos, é dela que devemos cuidar” elaboramos visitação a uma estação hidromineral e um dia inteiro de atividades para ampliar a consciência em relação aos problemas do homem com a água, resgatando os conteúdos já vistos em sala de aula e proporcionando experiências para despertar valores no uso adequado desse precioso recurso nas sociedades humanas.

Outros projetos poderão nascer a partir do desejo ou necessidade de um estudo do meio, na ampliação de conteúdos de fora das paredes da escola, afinal a região é rica em locais de produção dos mais variados produtos como a plantação de uvas, oliveiras, criação de búfalos com a produção de leite e seus derivados, criação de caprinos; interessantes pousadas temáticas, além de sítios históricos.

FEIRA DO LIVRO E PROMOÇÃO A LEITURA- Nessa frente a nossa experiência se fez com uma feira que acontecia mensalmente na praça central da cidade de São João da Boa Vista ( pode se colocar o nome da praça) com a venda de livros infantis. Durante o ano de 2020 a Feira do Livro agendada para o mês de abril num dos maiores colégios de São João da Boa Vista obviamente foi frustrada pela pandemia mundial.

Promover a leitura e entusiasmar nosso público com livros de boa qualidade, na tentativa de levar a cada leitor infanto juvenil o “seu livro” e assim ganhar um leitor é uma de nossas missões, e para isso, permeamos nossos encontros com a oferta de leitura e o momento da história. Quando utilizamos o Espaço Cultural Boca do Leão em Águas da Prata, por exemplo temos uma aliada “sui generis” – a Vaca Literária que nessas ocasiões é alimentada com uma coleção muito atraente que encanta nossos leitores mirins.

Com a crise no mercado editorial, a qual muito nos entristece, nossa cidade perdeu duas importantes livrarias onde ofereciam livros de alta qualidade para o público de todas as idades. Assim a “livreira” de nossa equipe investiu recursos e tempo para atender o público  infantojuvenil criando um espaço próprio para oferecer aos professores, pais e educadores em geral uma possibilidade de contato com o livro e a leitura num espaço muito acolhedor e com atendimento VIP a todos que agendam seu horário.

BIBLIOTECA ESCOLAR- Alguns esforços e visitações foram realizados no ano de 2016 em várias cidades acima citadas que fazem parte da região. A maioria delas sem biblioteca exclusiva, a maioria com salas de leitura e outras apenas um pequeno local para guarda de poucos e empoeirados livros. Sobre o lado humano, para não dizer ausência total de um profissional bibliotecário, em apenas uma escola foi encontrada uma freira bacharel em biblioteconomia formada pela FESP-SP nos anos 80. Um triste cenário para um país com a Lei da Universalização das Bibliotecas Escolares que estava batendo às portas. Muitos diretores e gestores nessa época não sabiam da existência da Lei 12.244/2010, outros tentaram combatê-la por achar que não teriam verbas para sua implementação, outros sentiram não poder adequar suas escolas pela difícil situação que se encontravam, alguns nem quiseram ouvir falar, por isso não receberam… houve ainda outros que precisavam muito do serviço de organização do acervo e parcialmente aderiram. Agora, já em 2020 e vivendo um outro momento junto à “Vivências Pedagógicas Entre Livros” um desdobramento de “Vivencias Pedagógicas Entre Serras” quando nos voltamos para as atividades dos livros como as feiras e bibliotecas; nossa proposta segue na esperança de contribuir com escolas públicas e privadas para que possam ter o equipamento “Biblioteca Escolar” de uma forma viva e pulsante para toda a comunidade escolar.

Um acervo atualizado e pertinente com material multimídia organizados dentro de um sistema para ser acessado de maneira prática pelos alunos; atuar com os serviços de ação cultural; oferecer orientações para pesquisas escolares que leve o aluno a tecer textos autorais em vez das cópias que ainda são largamente utilizadas; estabelecer parceria junto aos professores em seus projetos e oferecer apoio aos colaboradores para prestação de um bom atendimento a todos os usuários são alguns dos diferenciais que pretendemos oferecer para o avanço didático-pedagógico nessa região. Afinal, estamos recebendo aprendizes do século XXI em que a abordagem tecnológica pode ser amplamente aplicada por meio da Biblioteca Escolar reconhecida por seu caráter de aprendizagem democrática, com vistas a colher muitos frutos na formação de uma cidadania criativa, crítica, e ética.

                                                        Contatos: (19) 99380-7205 Nancy Bonnanome
                                                                           (19) 98174-9510 LucianeMietto

                                                              vivenciaspedagogicas2019@gmail.com  

                                                              v.pedagogicas.entreserras (Instagram) 

Sobre admin

Check Also

Projeto de leitura para pessoas acima de 60 anos está com inscrições abertas em Itapetininga

Segundo a prefeitura, a iniciativa é totalmente digital e segura. Acervo virtual possui mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *