Página inicial / Notícias / Seminário Internacional Biblioteca Viva discute influência da tecnologia na literatura

Seminário Internacional Biblioteca Viva discute influência da tecnologia na literatura

(Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa)

COM CONVIDADOS DA LITUÂNIA E ALEMANHA, EVENTO VAI ABORDAR BOOKTUBERS, PODCASTS, GAMIFICAÇÃO E VIDEOGAMES NAS BIBLIOTECAS

O universo em transformação das bibliotecas, as novas influências trazidas pela experiência digital, o número crescente de booktubers e podcasts sobre livros e escritores, além da aproximação com os games são alguns dos temas abordados pelo 11º Seminário Internacional Biblioteca Viva – Conhecimento, Leitura e Literatura: Novas Trilhas.

Iniciativa do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, o evento – gratuito – será realizado em São Paulo entre 5 e 7 de agosto e visa inspirar, fortalecer e transformar em centros de referência cultural abertos a toda comunidade as mais de 700 bibliotecas de acesso público existentes nos municípios paulistas. As inscrições estão abertas no site: https://bibliotecaviva.org.br/

As novas trilhas abertas pela inovação tecnológica, pelas possibilidades de comunicação e pelas experiências chegam de muitos lugares e integram a programação. Entre os palestrantes, Sven Instinske, da Alemanha, abordará a gamificação e a experiência do compartilhamento digital na Biblioteca Bücherhalle, de Hamburgo. Já Eugenijus Stratilatovas, da Lituânia, vai dividir com o público como usa a tecnologia dos videogames de forma positiva nas bibliotecas de seu país. A gamificação é um recurso cada vez mais aplicado em contextos diversos, pois utiliza a mecânica lúdica de funcionamento dos jogos e enriquece, instrui e influencia.

O seminário é também um momento de reflexão e reavaliação. Por meio de mesas-redondas multidisciplinares, acontece, no dia 5, uma conversa que conecta literatura e games para favorecer a construção de conhecimento. O tema dos podcasts é assunto do dia 6, e reúne o músico Augusto Oliveira, o ator Paulo Carvalho e as criadoras do podcast “As desqualificadas”, Camila Cabete e Beatriz Alves, que falam de sua estreita relação com a literatura. No dia 7, o destaque é a paixão pela literatura e trabalho de mediação cultural realizado por booktubers como Tamy Ghannam, do canal LiteraTamy, e Augusto Assis e Tatiany Leite, do “Vá Ler um Livro”.

Como de costume a troca de experiências será o forte da ediço. Iniciativas desenvolvidas em todo o Brasil serão compartilhadas em painéis que apresentarão o aprendizado das bibliotecas. Serão destaque, ainda, as conversas com os escritores Eva Furnari, no dia 5, e Pedro Bandeira, no dia 7, ambos com importante trajetória no mundo da literatura infantojuvenil.

A inovação tem muito a contribuir com as bibliotecas. E aqui a novidade é uma mesa-redonda com vozes da diversidade de mulheres que vêm das letras e da periferia. Reúnem-se para um diálogo Andreza Delgado e Gabrielly Oliveira, produtoras da PerifaCon, a primeira comic com da favela que quebra estereótipos sobre quadrinhos, e a escritora, freira e militante política Maria Valéria Rezende. O olhar novo para o mundo traz também uma conversa sobre a economia criativa como eixo de desenvolvimento estratégico para o Brasil do século XXI, com a participação do advogado Claudio Lins de Vasconcelos, ex-Secretário Nacional de Economia da Cultura do Ministério da Cultura.

Para aprofundar os conhecimentos relacionados à experiência contemporânea das bibliotecas, quatro cursos de imersão serão realizados no dia 6, no período da tarde. Dois deles ficarão a cargo dos palestrantes internacionais: “Internet, smartphones, games e making spaces: recursos atuais para interação digital”, com Sven Instinske (Bücherhallen Hamburg, Alemanha) e mediação de Luciano Aparecido Borges Almeida (Senac SP) e “Videogames e ambientes interativos em bibliotecas: como implementá-los?”, com Eugenijus Stratilatovas (Biblioteca Nacional Martynas Mazydas, Lituânia) e mediação de Luiz Ojima Sakuda (FEI, FIA e USP). Além desses, as outras atividades preveem a visita às bibliotecas e apresentação de programas realizados. São eles: “Conversando sobre: Serviço Social”, na Biblioteca de São Paulo e “Conversando sobre: Lê no Ninho”, na Biblioteca Parque Villa-Lobos. Para participar é necessário fazer a inscrição específica.

O seminário terá ainda intervenções artísticas todos os dias e sorteio de prêmios.

Confira a programação completa do evento em https://bibliotecaviva.org.br/

As inscrições também são realizadas pelo site.

Serviço:

11º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias (Seminário Biblioteca Viva)

5 a 7 de agosto de 2019 – das 8h30 às 18h

Centro de Convenções Rebouças

Rua Doutor Enéas Carvalho de Aguiar, 23 – Cerqueira César – São Paulo – SP (Metrô Clínicas/Oscar Freire)

Realização: Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo (Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura)

Execução: SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura e Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo (SisEB)

Parceria: Goethe-Institut São Paulo

Apoio institucional: Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Instituto Emília, LiteraSampa, Pinacoteca de São Paulo, Prefeitura de Itanhaém, Sistema Municipal de Bibliotecas, Prefeitura de São Paulo e Tag.

Fonte: Vale News

Sobre admin

Check Also

Mais de 100 mil discos de vinil estão sendo digitalizados para qualquer um ouvir

Embora muitos possam achar que as antigas formas de mídia possam estar ultrapassadas, elas ainda …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *