Página inicial / Notícias / Sem tempo, irmão? Audiolivro é alternativa para driblar correria

Sem tempo, irmão? Audiolivro é alternativa para driblar correria

Tecnologia permite ‘escutar livros’ durante tarefas como dirigir, lavar louça e fazer faxina

Você consegue ler todos os livros que gostaria? Se a resposta é “não tenho tempo”, então imagine fazer isso enquanto lava os pratos, faz faxina em casa e até dirige. Calma, antes de sofrer com uma possível multa de trânsito, saiba que não é necessário tirar as mãos do volante para ter acesso a uma boa história. Tecnologia que vive um boom no mercado editorial, o audiolivro é uma alternativa cada vez mais forte para quem quer driblar a correria do dia a dia e seguir com a leitura atualizada.

Quem nunca leu Drácula, por exemplo, tem a chance de escutar o clássico de Bram Stoker (1847-1912) em formato de áudio. Com mais de 12 horas de gravação narradas por seis vozes, o audiolivro faz parte do catálogo da plataforma Ubook, espécie de “Netflix” brasileira dos livros cuja assinatura custa R$ 29,90 por mês. O best-seller 1808, de Laurentino Gomes, também está disponível e é narrado por Paulo Betti no serviço de streaming que conta com mais de 20 mil títulos em português, inglês e espanhol.

O livro 1808 está no catálogo do Ubook e Os Sertões faz parte do Google Play (Fotos: Reprodução)

São necessárias pouco mais de 11 horas para ouvir 1808 até o fim, mas leva um pouquinho mais de tempo para escutar outro clássico que foi lançado em audiolivro na última sexta-feira: Os Sertões. São 24 horas de narração da obra-prima de Euclides da Cunha (1866-1909), homenageado na última edição da Festa Literária de Paraty (Flip). Retrato intenso sobre a Guerra de Canudos, o audiolivro custa R$ 24,99 e está disponível na Google Play, loja virtual do Google que reúne 3,2 mil títulos.

“Primeiro a gente precisa valorizar os clássicos. Audiolivro não é so autoajuda ou o que está como tendência. É uma boa oportunidade para as pessoas conheceram os autores renomados”, destaca Andrea Fornes, porta-voz do Google.

Segundo Andrea, um estudo feito nos Estados Unidos mostra que 57% das pessoas chegam ao final do audiolivro, ou seja, não interrompem a “leitura” no meio do caminho. Isso acontece, explica, porque “mesmo a leitura mais densa fica mais leve, mais digerível” nesse formato.

“Há uma concorrência grande de entretenimento e Os Sertões, livro do começo do século XX sobre uma guerra do século XIX, pode parecer uma coisa empoeirada, antiquada. Mas não é”, garante o jornalista Guilherme Freitas, 36 anos, que apresenta a série de podcasts gratuitos Sertões: Histórias de Canudos, lançada pelo Instituto Moreira Salles no dia 3. “Quem trabalha com cultura tem que fazer chegar ao público da forma mais atraente possível”, defende.

Boom
A tecnologia do audiolivro é cada vez mais forte no mercado editorial e os números não mentem: desde que lançou seu catálogo, há um ano, o Google Play aumentou a quantidade de títulos em 30%. Já o Ubook, streaming com mais de seis milhões de assinantes na América Latina, quadruplicou seu faturamento desde que foi lançado, em 2014. “Hoje, as editoras estão investindo nisso, estão contratando estúdios e narradores de altíssima qualidade”, destaca Andrea Fornes, do Google Play.

No Brasil, o perfil de audilivros mais consumidos no Ubook é de empresas & negócios, autoajuda e ficção. “O brasileiro tem essa preocupação com a carreira, com a falta de tempo”, pontua a gerente de conteúdo e produção do Ubook, Cristina Albuquerque, 54. Além de livros, a plataforma oferece jornais, revistas e mais de 300 mil podcasts para ouvir no dia a dia.

Enquanto Andrea defende que o livro físico, o e-book e o audiolivro vão coexistir, Cristina lembra que “o áudio esta cada vez mais inserido na nossa realidade, porque permite o consumo de um conteúdo em movimento”. “Você tem a oportunidade de ‘ler’ em um momento que não poderia: na academia, no trânsito, no mercado, enquanto cozinha. Essa é grande sacada e é irreversível”, garante.

O Pequeno Príncipe está disponível para audição gratuita na plataforma Ubook (Foto: Reprodução)

Clássicos gratuitos do UBook

O Pequeno Príncipe
Escrito por Antoine de Saint-Exupéry, o terceiro livro mais tradu- zido no mundo narra o encontro de uma criança e um piloto que cai no meio do deserto

Drácula
Romance de Bram Stoker, de 1897, mostra as dicotomias entre  bem e  mal, representados por personagens humanos e vampiros. Narrado por mais de seis vozes, o audiobook tem 12h30 de duração

Dom Quixote
Clássico de Miguel de Cervantes traduzido para mais de 50 idiomas, narra as peripécias de Dom Quixote e seu fiel escudeiro Sancho Pança

A Escrava Isaura
Romance escrito por Bernardo Guimarães, em 1875, é um manifesto antiescravagista e libertário perante a sociedade imperialista

A Metamorfose
Novela escrita por Franz Kafka, em 1915, mistura humor e tra- gédia para contar a história de um caixeiro-viajante que é transformado em inseto

Top 5 Google Play

Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso
Carol Dweck, professora de Psicologia da Universidade Stanford, defende que a atitude mental com que encara- mos a vida, chamada de ‘mindset’, é crucial para o sucesso. R$ 35

A Arte da Guerra
Sun Tzu é o autor da obra considerada “a Bíblia da estratégia”, sendo hoje utilizada amplamente no mundo dos negócios. R$ 14

Ansiedade: Como Enfrentar o Mal do Século
O psiquiatra Augusto Cury mostra como funciona a mente humana e como desacelerar o pensamento para ter qua- lidade de vida. R$ 15

Sapiens: Uma Breve História da Humanidade
Yuval Noah Harari repassa a história da humanidade, da pré-história ao presente, unindo fatos históricos e questões atuais. R$ 40

Os Sertões
Obra-prima de Euclides da Cunha fala sobre o sertão e o sertanejo e narra a destruição do arraial de Canudos pelo Exército bra- sileiro. R$ 25

Fonte: Correio

Sobre admin

Check Also

Biblioteca de São Paulo está na região de novo tombamento da capital paulista

POR SPLEITURAS A Biblioteca de São Paulo está na região de novo tombamento na capital paulista. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *