Página inicial / Notícias / São Carlos conquista recurso federal para modernização de biblioteca

São Carlos conquista recurso federal para modernização de biblioteca

Serão R$ 100 mil para investir na implantação de bibliotecas digitais. O objetivo é estimular a leitura e promover a inclusão digital

Foto: Divulgação

A Prefeitura de São Carlos foi contemplada com o Edital de Bibliotecas Digitais 2018 da agora Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania (antes Ministério da Cultura). O convênio já foi assinado e o recurso no valor de R$ 100 mil é destinado à implantação de bibliotecas digitais dentro das bibliotecas públicas.

 

Quatorze municípios e quatro secretarias de Cultura, das sete unidades federativas das cinco regiões do país foram selecionados pelo edital. No estado de São Paulo, foram contemplados Itapetininga, São Caetano do Sul, Itanhaém e São Carlos.

“Participamos do edital junto com outros 86 municípios. Investimos no projeto atendendo principalmente os critérios de acessibilidade. A publicação do convênio foi no dia 24 dezembro, no Diário Oficial da União. Já estamos preparando o processo licitatório”, contou Cesar Maragno, diretor do SIBI Sistema Integrado de Bibliotecas.

O objetivo do edital é estimular a leitura e promover a inclusão digital, ao criar um ambiente adequado para potencializar ações de utilização de tecnologias de informação e comunicação (TICs). “É um edital inédito e busca atender um anseio das bibliotecas públicas que é de qualificar seu usuário para o uso das novas tecnologias”, afirmou a coordernadora do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas, Ana Maria Souza.

Na cidade, serão trabalhadas duas propostas. Num primeiro momento, haverá um tour com exemplares novos (de livros digitais) entre as unidades, junto com um momento de instrução do uso dos leitores digitais, e uma mostra do panorama do livro físico ao digital para inserir o público nessas tecnologias”, explicou o bibliotecário Marcos Teruo Ouchi. Na segunda fase, as 100 unidades de leitores digitais, que serão compradas, serão divididas entre as bibliotecas da cidade.

O SIBI mantém 12 bibliotecas, entre elas três públicas municipais, oito escolas do futuro e uma biblioteca voltada a deficientes visuais e todas serão beneficiadas com os recursos do edital. “Nossa expectativa é oferecer tudo isso para o público até o final de 2019”, concluiu Cesar Maragno.

Sobre admin

Check Also

Frente pede a efetivação do Plano Municipal do Livro em São Paulo

Uma das principais ações pleiteadas pela Frente é a aprovação do Projeto de Lei que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *