Página inicial / Museologia / Residência que abriga o museu Casa Mário de Andrade completa 100 anos

Residência que abriga o museu Casa Mário de Andrade completa 100 anos

Casa das Rosas celebra 16 anos como Espaço Haroldo de Campos; confira agendas gratuitas

Para celebrar os 100 anos da residência onde fica o museu Casa Mário de Andrade e os 16 anos do museu Casa das Rosas desde que se tornou Espaço Haroldo de Campos, esses espaços voltados para a literatura, cultura e artes oferecem uma programação especial em dezembro. Com agendas gratuitas, as instituições compõem a Rede de Museus-Casas Literários da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciada pela Poiesis.

Casa Mário de Andrade

A roda de conversa 100 anos da Casa: Mário de Andrade e a Barra Funda traz a relação entre a história do bairro Barra Funda, em São Paulo, e a inserção da morada do escritor e modernista Mário de Andrade, além das manifestações culturais que fazem parte do território. A atividade ocorre no dia 5 de dezembro, sábado, das 16h30 às 17h, e integra a programação da Jornada do Patrimônio 2020. Para ficar por dentro desses históricos e curiosidades, basta acessar o Facebook ou o canal de Youtube do museu.

Marcelo Tupinambá Leandro, coordenador de programação cultural da Casa Mário de Andrade e doutorando em Musicologia na UNESP, e Fernanda Lé, assistente de programação cultural da Casa Mário de Andrade, graduada em Gestão de Turismo pelo Instituto Federal de São Paulo e técnica em Museologia pela ETEC Parque da Juventude, coordenam a roda de conversa virtual voltada ao centenário da residência que abriga o museu e que foi moradia de Mário de Andrade e sua família entre 1921 e 1945.

Informações sobre a Casa também estão presentes na exposição de longa duração chamada Morada do Coração Perdido, com curadoria de Carlos Augusto Calil. A mostra inclui móveis originais da casa, objetos pessoais de Mário – entre eles, os famosos óculos redondos – e diversas reproduções de documentos, fotografias e vídeos. Para conhecer de forma presencial, o museu fica aberto para visitas de quarta-feira a sábado, das 12h às 16h, permitindo a entrada de até quatro pessoas por hora. É necessário respeitar as medidas sanitárias por conta da pandemia da Covid-19 e fazer um agendamento prévio pelo site http://www.casamariodeandrade.org.br/planeje-sua-visita.

Leia a matéria completa publicada pela Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo

Sobre admin

Check Also

Descontos: Sociologia e Política Escola de Humanidades – Processo Seletivo 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *