Página inicial / Notícias / Pinacoteca resgata rico acervo da cidade

Pinacoteca resgata rico acervo da cidade

De cerca de 150 obras que compõem a reserva técnica dos museus sorocabanos, 60 estão expostas para visitação
 
A Pinacoteca foi instalada em sete salas do Chalé Francês, que fica em frente à Estação Ferroviária – Foto: Erick Pinheiro

O “Coração de Ofélia”, de Lucia Castanho, é uma das obras contemporâneas que se unem a imagens de uma Sorocaba antiga, registradas por artistas como Zezé Corrêa, Ettore Marangoni e Nelson Molina na recém-inaugurada Pinacoteca de Sorocaba, que funciona no Chalé Francês. A cidade ganhou esse espaço exclusivo para as artes plásticas na terça-feira, dia 22. A iniciativa, da Prefeitura por meio da Secretaria de Cultura (Secult), tem como objetivo disponibilizar ao público obras que pertenciam aos museus e estavam na reserva técnica.

Sete salas abrigam quadros e esculturas de artistas que vivem ou viveram em Sorocaba. Logo ao entrar, as primeiras obras fazem um registro histórico das décadas de 1920 a 1960, pelo olhar de Zezé Corrêa e Ettore Marangoni. Em seguida, chamam a atenção as pinturas de Nelson Molina, que retratam um dia chuvoso na cidade. Quanta beleza. Dá vontade de passar horas e horas olhando. Esses quadros pertenciam a um médico que colecionava obras de arte. Após o seu falecimento, a família doou o acervo para a Prefeitura.

Numa outra sala é possível observar obras que foram contempladas pelo Prêmio Flávio Gagliardi. Mais à frente, há uma série de fotografias produzidas durante um workshop. Há ainda uma sala que exibe grandes quadros: um corpo masculino e outro feminino. Eles dialogam com um pequeno trabalho, todo feito à mão. Quantas coisas são ditas ali, sem precisar de palavras.

Ampliação

O secretário da Cultura de Sorocaba, Werinton Kermes, disse que a exposição atual conta com 60 obras, mas deve ser ampliada. Pelo menos 150 obras foram “encontradas” na ocasião da transferência do acervo pertencente à reserva técnica dos museus — que estava no Palacete Scarpa (antiga sede da Secretaria da Cultura) — para o Arquivo Público e Histórico Municipal, também conhecido como Arquivo Central da Prefeitura.

Será feito um levantamento dessas obras para planejar a recuperação, incluindo a questão financeira, já que para o restauro é necessária a contratação de especialistas na área.

Ainda conforme Werinton, as obras que não precisam de recuperação ficarão em uma reserva técnica na própria Pinacoteca, para serem expostas em outros momentos. A ideia, disse o secretário, é que as exposições sejam trocadas de tempos em tempos, assim o público sempre terá novidades para ver no museu.

Werinton afirma que o espaço também estará à disposição de artistas plásticos de Sorocaba para realizarem suas mostras.

Segurança

As preciosidades da Pinacoteca, no entanto, correm riscos. Um dia após a inauguração, o espaço foi arrombado e um homem furtou o ventilador. A facilidade de entrar no local gera preocupação, principalmente relacionada a atos de vandalismo. Questionada se reforçará a segurança, a Prefeitura disse que já existe uma base da Guarda Civil Municipal (GCM) ao lado da Casa do Turista e da Estação Ferroviária, além da ronda diária. “Tanto é que graças a esse trabalho da Secretaria de Segurança e Defesa Civil é que o objeto foi recuperado”, argumenta o órgão municipal.

Visitas

A Pinacoteca Municipal conta com visitas monitoradas, assim como ocorre nos demais museus de Sorocaba. Escolas e grupos interessados devem entrar em contato com a Secretaria da Cultura para fazer o agendamento pelo telefone (15) 3212-8170 ou pelo e-mail secult@sorocaba.sp.gov.br. A Pinacoteca fica na avenida Afonso Vergueiro, 280, Centro (em frente à estação ferroviária), e funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. A entrada é gratuita. Mais informações: (15) 3211-0143 ou 3211-0578.

Sobre admin

Check Also

As 15 bibliotecas públicas mais bonitas do Brasil

Por Mariana Felipe As 15 bibliotecas públicas mais bonitas do Brasil Mesmo com a recente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *