Página inicial / Leitura / O valor da leitura na formação pessoal

O valor da leitura na formação pessoal

Texto por Letícia Andrade
Sempre que pensamos em formação pessoal, ou seja, como nos aprimorar enquanto seres dotados de intelecto, surge a dúvida sobre quais são os meios necessários para se atingir tal fim. Afinal, uma boa formação pessoal enseja também em uma boa formação profissional, sendo o passo inicial para uma carreira promissora.A leitura é a ferramenta mais acessível e eficiente capaz de proporcionar uma infinidade de conhecimentos, culturas e base de vocabulário e gramática. Quer se tornar alguém culto, com vasto saber nas mais variadas áreas, falar com eloquência e desenvoltura, e melhorar sua escrita? Leia muito!

Desde o surgimento das práticas de escrita e leitura, em suas formas mais rudimentares, a capacidade de ler foi um dos alicerces para a formação da sociedade como a conhecemos hoje. Do comércio às relações políticas, a leitura tornou os seres humanos capazes de erguer as civilizações e impérios mais sofisticados.

Os números alarmantes da leitura no Brasil

Apesar da importância de um hábito sólido de leitura, no Brasil lê-se muito pouco. De acordo com a pesquisa “Retratos da Leitura”, realizada pelo Ibope, 44% da população brasileira não lê, e 30% nunca comprou um livro. Há um crescimento no número de leitores com o decorrer dos anos, porém, ainda é insatisfatório. Entre os entrevistados, 67% alegou não ter recebido influência de ninguém próximo para praticar o costume de ler.

Os benefícios que uma boa leitura traz

É comprovado cientificamente que a leitura traz benefícios ao cérebro. Ler aumenta as conexões neurais, melhorando assim o seu funcionamento. Pesquisas demonstraram ainda que manter uma boa rotina de leitura reduz em até 30% o envelhecimento do cérebro, além de proteger contra doenças como mal de Alzheimer.

Uma habilidade que também é altamente desenvolvida com a leitura é a criatividade. Nossa mente nos permitir sentir como se estivéssemos vivenciando aquele momento retratado em cada página, como que numa realidade alternativa.

Seu senso crítico é fortemente estimulado quando você lê com habitualidade. A habilidade de pensar, refletir e questionar as informações que lhe são tragas foi uma das características essenciais de grandes pensadores da humanidade. Somente com o senso crítico é possível ir além, criando novas correntes de pensamento e conhecimento, e, por meio destas, reformular ideias, afim de evoluir mais como sociedade.

A capacidade de persuasão e seus efeitos na sociedade

Lendo mais, inevitavelmente você terá um vasto repertório de argumentos baseados na sua vivência como leitor. O conhecimento, juntamente com o senso crítico, te faz apto a debater qualquer tema com precisão e autoridade. Muitas profissões, como a advocacia, se utilizam da arte de saber persuadir, sendo inegável a transformação da sociedade e do modo de pensar das pessoas. Formadores de opinião se utilizam desta arte, na tentativa de construir seres mais pensantes, com senso crítico apurado.

O desenvolvimento próprio e das relações interpessoais

O auto aprimoramento te permite ser melhor enquanto pessoa, te tornando capaz de ser empático, saber ouvir, saber aprender com o outro, como também ensinar. Um bom leitor possui um brilhante intelecto e uma vasta cultura, sendo a forma mais sofisticada da natureza humana. Sendo assim, a vivência como sociedade também tende a se desenvolver, dada a capacidade de seus componentes conversarem e compreenderem os pensamentos, intenções e angústias do outro.

Criando um novo hábito

Não é fácil criar um hábito da noite para o dia. Porém, aos poucos, é possível tornar rotineiro o hábito da leitura. Começar aos poucos, com livros menores e de mais simples compreensão é um bom primeiro passo. Reservando um tempo diário para ler, investindo nos livros que sejam de um gênero que lhe agrade, será questão de tempo para que o gosto pelo ato de ler faça parte da sua vida. E você, já leu um livro hoje?

Fonte: Jusbrasil

Sobre admin

Check Also

Políticas de fomento à leitura nas prisões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *