Página inicial / Notícias / Nova plataforma promete levar experiência imersiva a jovens leitores

Nova plataforma promete levar experiência imersiva a jovens leitores

PUBLISHNEWS
Nextale, app que mistura texto a efeitos visuais e sonoros para uma leitura digital dinâmica, busca parceria com editoras para realizar projetos adotáveis por escolas

Tem texto, é digital, mas não é um e-book comum. Tem áudio, mas também não é um audiolivro. Pode até ter animação, mas também não é um vídeo. O que é então? É um nexbook.Criado pela startup carioca Nextale, o novo formato quer mudar o jeito de ler livros pelo celular. Para dar a sensação de imersão no texto, os nexbooks chegam aos leitores com recursos de efeitos sonoros e visuais que prometem prender a atenção e ampliar a imaginação enquanto o leitor vai avançando na trama. O ritmo de leitura de cada um controla os efeitos, então, à medida em que o leitor avança, os efeitos acompanham a leitura.

'Capa' de 'As fadas', que serve de degustação do Nextale | Reprodução

‘Capa’ de ‘As fadas’, que serve de degustação do Nextale | Reprodução

Para o lançamento da plataforma, a Nextale colocou à venda dois títulos, ambos de Charles Perrault: Chapeuzinho Vermelho (R$ 4,99) e O Barba Azul (R$ 4,99) e ainda As fadas como degustação gratuita. “Começamos pelas histórias de Charles Perrault porque elas são um excelente exemplo de narrativa de ficção que os leitores já têm em seu imaginário. A ideia era resgatar o afeto por Chapeuzinho Vermelho para apresentar um produto completamente novo, e não-infantil, já que as versões originais de Perrault são bem diferentes daquelas que costumamos conhecer” explica Priscila Vaz, uma das sócias da Nextale e também pesquisadora na área de narrativas e contos de fadas.

O produto começou a ser desenvolvido no ano passado e teve o apoio de alguns programas de fomento à startups. No Rio, a empresa contou com o apoio do Startup Rio e o financiamento da FAPERJ para desenvolver sua primeira versão comercializável. A Nextale ainda foi acelerada pelo programa Inovativa Brasil, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Agora, a empresa está em busca de editoras e parceiros para ampliar seu catálogo. “É fundamental compreender, que sendo um produto 100% digital, nossos livros são dinâmicos e evoluem a todo momento. Como usamos a lógica do content first, cada livro que fazemos é único, mas nossa tecnologia em desenvolvimento vai permitir que façamos a produção em massa” explica Rafael Santos, o outro sócio, responsável pelo desenvolvimento dos produtos.

O formato nexbook foi pensado para leitores a partir dos 11 anos de idade que já estejam maduros para leituras mais longas. A aposta da empresa é atender as demandas escolares de leitura, produzindo livros que já são hoje utilizados como paradidáticos, e ajudando a aumentar o interesse dos jovens pela leitura.

O catálogo em construção vai englobar diversos livros de domínio público, que ainda hoje movimentam muito a indústria do livro. “Estamos focando no público jovem, porque ele é mais propenso a aceitar com facilidade as novas tecnologias. Mas fazemos um produto que encanta e agrada públicos de 11 a 90 anos!”, completa Priscila.

O app está disponível, no momento, somente para o sistema operacional Android. A empresa disponibiliza um vídeo-trailer de um de seus livros, para que o público possa entender melhor o produto.

Fonte: PUBLISHNEWS

Sobre admin

Check Also

Livro de Patrícia Palma revela rede de bibliotecas religiosas que contribuiu para cultura escrita no século XVIII

Samuel Mendonça 13 de Novembro de 2019 Cultura Deixe um comentário Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo A …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *