Página inicial / Biblioteconomia / Bibliotecas / Livros são arrecadados para biblioteca sustentável

Livros são arrecadados para biblioteca sustentável

Biblioteca é a primeira na América do Sul a ser construída com o método de baixa emissão de CO²

Canto preparado para a contação de histórias
(foto: Paulo Rezende)

Por Paulo Rezende

Cerca de 250 livros é o número total arrecadado para a Fundação Síndrome de Down através da terceira edição da Mostra Sustentável Campinas, realizada entre os dias 01 e 13 de outubro, no distrito de Barão Geraldo. A informação é do organizador da campanha Fernando Caprica. O evento promoveu um desconto no valor integral do ingresso para as pessoas que doassem um livro.

Além dos livros arrecadados, os expositores Elton Casarin e Roseana Desenso Monteiro, que construíram a biblioteca presente na mostra doaram o ambiente para a Prefeitura de Campinas que utilizará o espaço para atender as crianças da Fundação, da escola próxima – Cemei Professora Leonor Motta Zuppi – e os moradores de Barão Geraldo.

Entre os visitantes que aproveitaram o desconto através da doação do livro está a escritora e contadora de histórias Giovana Umbuzeiro Valent, de 38 anos, que explica a importância do livro.

Fernando Caparica, conta que a ideia surgiu junto da doação da biblioteca. “Quando nós visitamos a Fundação e vimos que havia uma praça do lado e uma creche vizinha, surgiu a ideia de construir uma biblioteca infantil para ser doada para a prefeitura e depois veio a ideia da arrecadação de livros para entregar a biblioteca toda equipada e pronto para uso”, afirmou.

Construção eco eficiente

A biblioteca foi o único ambiente 100% construído na Mostra Sustentável, o que permitiu uma edificação com alto grau de ecoeficiência. Trata-se da primeira biblioteca da América do Sul construída pelo método Wood Frame, processo tecnológico inteligente de produção com baixa emissão de CO² – produz cerca de cinco vezes menos CO² que as construções convencionais -, que não utiliza água, não gera muito resíduo e é muito

O arquiteto Elton Casarin disse que a construção da biblioteca e a ideia de deixá-la para a Fundação e os moradores de Barão Geraldo veio logo após o convite para a organização do evento. “Quando fomos convidados para elaborar a biblioteca já existia um pré-projeto de 36 m², porém quando visitamos nós vimos que aqueles 36 m² não seriam suficientes para abrigar uma biblioteca de até 20 crianças. Nisso eu e a Roseana entramos em contato com a Mostra e pedimos que deixasse a gente criar um novo projeto de arquitetura. Essa nova ideia é o que o pessoal conheceu no evento que contém 70 m². A entrega oficial para a prefeitura está agendada para o próximo dia 30 deste mês, o mesmo dia das premiações dos espaços da Mostra Sustentável”, explica.

O diretor da Fundação Síndrome de Down de Campinas Claudio José Nascimento de Oliveira comentou que, “o espaço ajudará principalmente aos amantes da leitura aqui da Fundação, como é o caso da Simone, que está conosco há 20 anos”.

Giovana tem dois livros publicados A luz da Lula (2014) e ‘Tudo Depende’ (2017)
(foto: Paulo Rezende)

Livros arrecadados para a Fundação Síndrome de Down
(foto: Paulo Rezende)

Visitantes durante os últimos dias da Mostra Sustentável observando a biblioteca
(foto: Paulo Rezende)

Arquiteta Roseana junto a escritora e contadora de história Giovana Umbuzeiro Valent
(foto: Paulo Rezende)

Orientação: Prof. Gilberto Roldão

Edição: Vinicius Goes

 

Fonte: Digitais PUC-Campinas

Sobre admin

Check Also

Você sabia que existe um mercado potencial para Catalogação além das bibliotecas?

Texto por Rachel Lione A catalogação é uma das competências técnicas mais antigas e peculiares …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *