Página inicial / Biblioteconomia / Bibliotecas / Bibliotecas Públicas / Livros em quarentena, agendamentos e atendimento na porta: como a Biblioteca Pública de Porto Alegre retomou seus trabalhos

Livros em quarentena, agendamentos e atendimento na porta: como a Biblioteca Pública de Porto Alegre retomou seus trabalhos

Espaço cultural foi autorizado a reabrir após o último decreto da prefeitura da Capital

Livros devolvidos não irão diretamente para as prateleiras da biblioteca Josué Guimarães
Lauro Alves / Agencia RBS

Texto por Marina Pagno

Caminhar a passos lentos pelos corredores, passar mais de uma vez entre as estantes empilhadas de livros, tocá-los e escolhê-los com as próprias mãos são atitudes corriqueiras e bem pessoais de quem frequenta bibliotecas. Esse cenário, porém, teve de ser modificado na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães, em Porto Alegre, que retomou seus trabalhos na manhã desta segunda-feira (25) com outra rotina e trazendo novas experiências para funcionários e leitores.

O “novo normal” da biblioteca se dá com atendimentos na porta e retiradas e devoluções de livros por agendamento. Desde a semana passada, quando a prefeitura autorizou a reabertura de bibliotecas e museus na Capital, a equipe da Josué Guimarães começou a entrar em contato com quem ficou com livros em casa enquanto o local estava fechado, além de organizar o espaço para recebê-los.

— Estamos priorizando os usuários da biblioteca que estão com livros em casa para devolver, combinando horários para que venham até aqui fazer a devolução e para que mandem por e-mail, de forma antecipada, os títulos que querem retirar — explica a diretora Renata Borges.

Apenas funcionários da Biblioteca Pública podem acessar os livros do acervo. Para bloquear a entrada, foi colocada uma mesa em frente à porta de vidro, transformando o espaço no novo ambiente de devolução e retirada dos volumes. Renata conta que, por isso, prefere dizer que os atendimentos foram retomados e não que a biblioteca reabriu as portas.

— As pessoas não vão poder chegar aqui e escolher como antigamente — diz.

Os agendamentos

Para combinar a devolução ou a retirada de livros, o contato deve ser feito pelo e-mail bibliot@portoalegre.rs.gov.br. A partir daí, a equipe agenda um dia e um horário que fique bom para o usuário e para o local, já que ocorre apenas um atendimento por vez. O telefone (51) 3289-8078 também está disponível para fazer os agendamentos. Esse, inclusive, foi o canal usado pelo aposentado Carl Ernst Conrad Hofmeister, o primeiro leitor a chegar à porta da biblioteca na manhã desta segunda.

— Eu liguei na sexta-feira (22), me atenderam e marcaram para que eu fosse hoje (segunda), às 10h. Entreguei meus livros na porta e eles já haviam selecionado outros livros que eu havia pedido ainda na sexta — conta o leitor de 83 anos.

Carl Ernst Conrad Hofmeister, 83 anos, devolveu e retirou livros na porta da biblioteca
Lauro Alves / Agencia RBS

Hofmeister devolveu dois livros da biblioteca, que deveriam ter sido deixados no local ainda em 30 de março, mas que ficaram estacionados em sua casa por conta das restrições provocadas pelo coronavírus. Ele aproveitou a viagem e pegou mais três exemplares.

— Para quem gosta de ler, é bom essa reabertura, porque cinema está fechado, teatro está fechado, então é um bom entretenimento — diz, sobre a retomada do funcionamento do local que contribui com seus hábitos de leitura há cinco anos.

Catálogo online e curadoria

Se o usuário não pode entrar na biblioteca, como escolher novas obras para leitura? O caminho recomendado é a consulta no catálogo online que engloba todas as bibliotecas geridas pela prefeitura da Capital. Por ele, dá para conferir os títulos disponíveis no acervo da Josué Guimarães e solicitar os exemplares por agendamento. Para acessar, é só clicar aqui.

Quem não tem muita habilidade ou acesso à internet conta com a ajuda dos funcionários, que fazem uma espécie de curadoria sugerindo livros com base nas últimas obras retiradas pelo usuário ou perguntando para eles, na hora do agendamento, seus gostos de leitura do momento.

— É um trabalho que a gente já fazia antes, mas muito mais cegamente do que agora. A gente acaba tendo que intermediar o acesso ao acervo com mais frequência do que antes — explica a diretora Renata Borges.

Quarentena

Outra mudança significativa na Biblioteca Pública Municipal se refere à chegada dos livros. Todas as obras que retornam ao local são colocadas em quarentena, isoladas por 14 dias em uma caixa para evitar possíveis contaminações. Após o período, os livros são higienizados na parte externa e retornam para as prateleiras.

— Não temos como higienizar página por página, então esse é o melhor jeito de evitar possíveis transmissões, ficar um período grande isolado. E aqui dentro só manuseamos os livros com máscaras e luvas — diz Renata, sobre os cuidados entre os funcionários.

Nas redes sociais, a biblioteca também está ativa no Instagram, no Twitter e no YouTube, onde há postagens para que os usuários mantenham a ligação com a literatura mesmo nesse período de menos contato físico.

— A gente sentiu a importância da biblioteca nesse período em que ficou fechada. Muita gente nos ligou na semana passada querendo saber dos atendimentos, tivemos muitos retornos positivos, é isso que está pesando agora — conclui Renata.

Outros espaços reabrem

Além da Biblioteca Pública Municipal, o Museu Joaquim José Felizardo e o Arquivo Público Municipal também reabriram as portas nesta segunda, com restrições e horários reduzidos.

As pinacotecas, previstas para retomar as atividades nesta semana, tiveram uma mudança na programação. A Ruben Berta está recebendo agendamentos para receber visitantes a partir de 2 de junho. Já a Aldo Locatelli permanecerá fechada até segunda ordem.

Confira, abaixo, os novos horários e as restrições em cada local:

Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães

Atendimento presencial mediante agendamento para empréstimos e devoluções, com limitação de uma pessoa por vez.

Horário: das 9h às 15h, de segunda a sexta.

Consulta local e acesso ao acervo seguem suspensos.

Informações e agendamentos pelo e-mail bibliot@portoalegre.rs.gov.br.

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo

Jardim aberto e exposições com acesso limitado a duas pessoas por sala.

Horário: das 13h às 17h, de segunda a sexta.

Atendimento a pesquisadores do acervo fotográfico mediante agendamento, pelo telefone (51) 3289-8276 ou pelo e-mail karina.santos@portoalegre.rs.gov.br.

Agendamento de pesquisa para os demais acervos pelo e-mail museu@smc.prefpoa.com.br.

O agendamento de grupos segue suspenso.

Arquivo Histórico Municipal Moysés Vellinho

Atendimento presencial mediante agendamento com limitação de uma pessoa por turno.

Horário: das 9h às 11h e das 13h às 15h, de segunda a sexta. Entre 11h e 13h, será realizada higienização da sala de pesquisa.

Pesquisador deverá levar seus Equipamentos de Proteção Individual (luvas e máscara).

Informações e agendamentos pelo telefone (51) 3289-8282 ou 3289-8278 ou pelo e-mail arquivohistorico@smc.prefpoa.com.br.

Pinacoteca Ruben Berta

Atendimento a visitantes e pesquisadores ao acervo e exposições mediante agendamento pelo telefone (51) 3289-8292 ou pelo e-mail acervo@portoalegre.rs.gov.br.

Horário: terças e quintas, das 13h às 17h.

O agendamento de grupos segue suspenso.

Centro de Documentação e Memória – Cinemateca Capitólio

Atendimento presencial mediante agendamento, com limitação de uma pessoa por hora.

Horário: das 9h às 15h, de segunda a sexta.

Pesquisador deverá levar seus Equipamentos de Proteção Individual (luvas e máscara).

Informações e agendamentos pelos telefones (51)3289-7464 e 3289-7469 e pelo e-mail pesquisacapitolio@gmail.com.

Fonte: GaúchaZH

Sobre admin

Check Also

DO BALCÃO DA BIBLIOTECA À BANCADA DO PARLAMENTO

A participação de profissionais da biblioteconomia na política partidária no Brasil Texto por Carlos Wellington …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *