Página inicial / Minorias Sociais / Pessoas com Deficiência / Deficientes Visuais / Jovem cientista cria impressora especial para deficientes visuais

Jovem cientista cria impressora especial para deficientes visuais

Fast Braille é uma máquina com múltiplas funções e baixo custo, que auxilia a escrita e a leitura no sistema de sinais. A função mais inovadora é o reconhecimento de voz por meio de um aplicativo

Revista Brasil

Neste Dia Nacional do Livro (29), o Revista Brasil conversou com Bruna da Silva Cruz, estudante de engenharia mecânica da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), sobre o projeto Fast Braille, com o qual ficou em segundo lugar no Prêmio Jovem Cientista 2019. Trata-se de uma impressora de baixo custo e com múltiplas funções, desenvolvida para auxiliar os deficientes visuais na escrita e leitura.

Ouça no player abaixo:

 Bruna fez o curso técnico de mecânica na Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, em Novo Hamburgo (RS), quando começou a desenvolver o projeto Fast Braille.

“Eu queria fazer alguma coisa que tivesse impacto social ou que ajudasse alguém. Então, conheci a tecnologia assistiva, que são todos os materiais ou instrumentos que auxiliam as pessoas que têm alguma deficiência a ser mais independentes e autônomas. E nisso eu me descobri e me apaixonei pelo Braille, contou.

Ela contou que começou a desenvolver o projeto em janeiro de 2018.

A estudante destacou a importância de investimentos na educação pública.

“É incrível ver como os alunos de escolas públicas têm grande destaque e conseguem fazer coisas incríveis, conseguem fazer ciência com muito pouca coisa”, afirmou.

Revista Brasil vai ao ar de segunda-feira a sábado, às 8h, na Rádio Nacional de Brasília. É transmitido de segunda a sexta-feira, às 8h, na Rádio Nacional da Amazônia e na Rádio Nacional do Rio de Janeiro.

Fonte: EBC

Sobre admin

Check Also

Você sabia que existe um mercado potencial para Catalogação além das bibliotecas?

Texto por Rachel Lione A catalogação é uma das competências técnicas mais antigas e peculiares …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *