Página inicial / Notícias / Iniciativa premiada estimula a leitura em Piracaia (SP)

Iniciativa premiada estimula a leitura em Piracaia (SP)

Cidade já conta com 12 minibibliotecas em pontos de ônibus

Com cerca de 25 mil habitantes, a cidade de Piracaia está localizada a 89 quilômetros de distância da capital paulista. Fundada como povoado em 1817, Piracaia se tornou uma das rotas ecológicas mais bonitas do estado, localizada na Serra da Mantiqueira, com suas lindas cachoeiras, montanhas e trilhas, ótimas para a prática de caminhadas, passeios de bike ou até mesmo a cavalo.

Mas desde 2014, a cidade guarda outra surpresa para quem circula nas suas ruas e se utiliza do sistema público de transporte. Minibibliotecas foram instaladas nos pontos de ônibus com acesso livre aos livros, gratuito e sem burocracia.

Chamado de Piracaia na Leitura, o projeto é uma iniciativa de baixo investimento e rica em experiências, bom exemplo para outras cidades que querem envolver a comunidade em ações culturais. E já rendeu prêmios para seus idealizadores. Em 2017, a iniciativa foi um dos quatro projetos brasileiros vencedores do 5º Concurso de Ajudas do Programa Ibero-Americano de Bibliotecas Públicas (Iberbibliotecas), que tem apoio do Ministério da Cultura (MinC) e da UNESCO. Em 2018, venceu o Prêmio “Retratos da Leitura no Brasil”, oferecido pela Câmara Brasileira do Livro.

O Projeto conta com 12 minibibliotecas instaladas nas zonas urbana e rural, além de uma sala de leitura no Terminal Rodoviário da cidade. Todo o trabalho de seleção e manutenção das minibibliotecas é realizado por voluntários, inclusive a doação do acervo, que conta com obras de escritores locais, nacionais e estrangeiros.

Segundo a idealizadora do projeto, a professora, pós–doutora em ciência da informação Amanda Leal, há uma demanda grande da população por ações culturais e especialmente na área da leitura: “Pra gente, foi maravilhoso conquistar esses prêmios, pois conseguimos envolver ainda mais pessoas da cidade e região nas ações culturais”, descreve.

O recurso do Prêmio Ajudas permitiu acompanhar 30 jovens, no período de outubro de 2017 a janeiro de 2018, e formá-los como agentes culturais do município, com idades entre 16 e 26 anos. Eles tornaram-se colaboradores na seleção dos livros e organização das minibibliotecas nos diferentes bairros, divulgadores das ações do projeto e desenvolveram atividades culturais na cidade, como saraus em parques e praças.

Apesar da “descrença” inicial de algumas pessoas na viabilidade e continuidade do projeto, Amanda comemora: “O mais bacana é ver como muitos moradores de Piracaia se mobilizaram e estão ajudando a manter as minibibliotecas, cuidando dos livros e revistas que estão à disposição de outras tantas pessoas que nunca tinham acessado uma biblioteca”.

As “Manhãs de Histórias” também são realizadas pela equipe do Projeto, uma vez por mês no Parque Ecológico da cidade, com muita leitura, contação de histórias, música e poesia – um programa cultural para todas as idades.

“Pegue emprestado, leia sem pressa e devolva na casinha”

“Com o slogan ‘pegue emprestado, leia sem pressa e devolva na casinha’, o projeto foi criado pensando na dificuldade que muitas pessoas têm no acesso aos livros. Nos pontos de ônibus a circulação de pessoas é grande, assim, fica mais fácil o alcance às obras”, explicou Amanda. “Para tornar-se leitor, as pessoas precisam ter acesso à diversidade dos livros – vários gêneros, estilos e usos, e também em momentos variados do seu dia, fazendo uso da leitura para desenvolvimento intelectual, profissional, além de uma ótima opção de lazer”, finaliza.

“Só tenho à agradecer aos idealizadores do Piracaia na Leitura por terem permitido que a Prefeitura apoie essa iniciativa. A repercussão do projeto é tão positiva que estudamos meios para expandi-lo e apoiar mais ações voltadas ao incentivo da leitura”, acrescentou o prefeito Silvino Cintra.

Serviço
Manhãs de histórias
Realizado todo último domingo do mês no Parque Ecológico da cidade (próxima atividade no dia 31 de março). Não há limite de pessoas para a atividade. Eles fazem parceria com um grupo de slow food e, entre as leituras e contações de história, os participantes fazem um piquenique compartilhado.

Centro Cultural Walter Puccinelli
O projeto Piracaia na Leitura conta com uma sala dentro do Centro Cultural Walter Puccinelli. No local, eles recebem doação de livros. O Centro está localizado na Praça Julio Mesquita, 138. Fica aberto de segunda à sexta-feira, das 8 às 16h. Mais informações podem ser obtidas no email piracaianaleitura@gmail.com.

Facebook do projeto: www.facebook.com/piracaianaleitura/

Fonte: SRZD

Sobre admin

Check Also

Livro de Patrícia Palma revela rede de bibliotecas religiosas que contribuiu para cultura escrita no século XVIII

Samuel Mendonça 13 de Novembro de 2019 Cultura Deixe um comentário Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo A …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *