Página inicial / Fontes de Informação / Audiovisual e Artes Visuais / Gestão Cultural Preservação audiovisual digital

Gestão Cultural Preservação audiovisual digital

Preservação audiovisual digital

Programa

Os temas abordados incluem o reconhecimento e inventário de dados digitais, identificação e estudo técnico dos principais suportes e formatos de armazenamento digital, além de estratégias de preservação, tanto no nível institucional quanto doméstico, e no âmbito do videoativismo.
Também serão apresentadas soluções de software voltadas para preservação digital, bem como noções de autenticidade digital e de repositórios digitais.

26/10 – Introdução à preservação digital: conceitos e práticas.
Conceitos e práticas da preservação audiovisual digital. Visão geral: identificando, selecionando, descrevendo, armazenando e gerenciando documentos digitais em um nível básico.
Com Débora Butruce e Marco Dreer.

9/11 – Suportes de armazenamento e formatos de arquivo digitais.
Identificação e estudo técnico dos principais suportes de armazenamento digital e formatos de arquivo digital. Vantagens e desvantagens no uso de cada ferramenta: HDs, pendrives, cartões de memória, CDs/DVDs, fitas de dados (LTO) e serviços de nuvem.
Com Marco Dreer.

23/11 – Repositórios digitais e noções de autenticidade digital.
Repositórios digitais e compartilhamento de arquivos digitais com ênfase no audiovisual. Protocolo OAIS. Integridade e autenticidade de arquivos digitais.
Com Emanuela Mendes Andrade.

30/11 – Ferramentas de apoio e estratégias para preservação digital.
O uso de softwares gratuitos que auxiliam na gestão e preservação de documentos digitais, incluindo ferramentas para a identificação dos formatos digitais, para a verificação da integridade de dados e para a captura de metadados embutidos. Também apresentaremos recomendações voltadas para usuários e instituições de pequeno e médio porte, incluindo fluxos de trabalho e dicas para aprimorar as práticas de preservação digital, reconhecendo a realidade de orçamentos e recursos limitados.
Com Bernardo Bortolotti.

7/12 – Preservação de memórias pessoais digitais.
Ferramentas simples e dicas práticas para auxiliar qualquer indivíduo a manter seus arquivos audiovisuais digitais seguros a longo prazo.
Com Ines Aisengart.

14/12 – Videoativismo: preservando registros digitais de violações de direitos.
Protocolos de uso do celular para documentação de violações de direitos e de violência policial. Práticas de filmagem, segurança, preservação e verificação que qualificam os celulares a produzir vídeos para a defesa dos direitos humanos e como prova jurídica.
Com Victor Ribeiro.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição. O cadastro é pessoal e intransferível.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Divulgação)

Palestrantes

Bernardo Bortolotti

Bernardo Bortolotti

Mestre em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Há 12 anos trabalha na área de arquivos históricos e culturais, com ênfase na preservação digital de documentos audiovisuais. Atualmente representa a International Association of Sound and Audiovisual Archives (IASA) no Brasil.
(Foto: Acervo Pessoal)

Débora Butruce

Débora Butruce

Preservadora e restauradora audiovisual. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA-USP, realizou doutorado sanduíche na Universidade de Nova Iorque, no Programa de Arquivística e Preservação de Imagens em Movimento. Mestre em Comunicação e graduada em Cinema, ambos pela UFF. É a atual vice-presidente da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual – ABPA.
(Foto: Acervo Pessoal)

Emanuela Mendes Andrade

Emanuela Mendes Andrade

Bacharela em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, é membro do Grupo de Estudos sobre Cultura, Representação e Informação Digitais – CRIDI (UFBA). Atua com a pesquisa e desenvolvimento do Repositório LEGATUM – Sonus et Imago, criada para preservação e disseminação de conteúdos audiovisuais, iconográficos e sonoros digitais.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ines Aisengart Menezes

Ines Aisengart Menezes

Preservacionista audiovisual, com graduação em Cinema na UFF e mestrado em Preservação e estratégias de exibição audiovisual pela Universidade de Amsterdã. Trabalha no setor de Preservação da Cinemateca Brasileira desde 2016 e é cocuradora da temática de Preservação da CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto desde 2017. Anteriormente, trabalhou por um ano no Eye Film Institute Netherlands.
(Foto: Acervo Pessoal)

Marco Dreer

Marco Dreer

Especialista em preservação sonora e audiovisual, é mestre em História, Política e Bens Culturais pela FGV, especialista em Cinema Documentário pela mesma instituição, e possui graduação em Cinema pela UFF. É embaixador no Brasil da International Association of Sound and Audiovisual Archives (IASA).
(Foto: Acervo Pessoal)

Victor Ribeiro

Victor Ribeiro

Comunicador multimídia, documentarista e empreendedor digital. Program manager da Witness no Brasil e fundador da Bombozila. Formado em Cinema pela Escola de Cinema Darcy Ribeiro.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data: 26/10/2019 a 14/12/2019

Dias e Horários: Sábados, 10h às 13h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de setembro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local: Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar, Bela Vista – São Paulo.

Mais informações e inscrições: https://centrodepesquisaeformacao.sescsp.org.br/atividade/preservacao-audiovisual-digital

Sobre admin

Check Also

Políticas de fomento à leitura nas prisões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *