Página inicial / Eventos / Exposição Museus e Acervos da USP

Exposição Museus e Acervos da USP

Exposição convida a sociedade a conhecer o patrimônio da USP

“Museus e Acervos da USP” está em cartaz na Casa de Dona Yayá, em São Paulo, com entrada grátis

Casa de Dona Yayá está ocupada pelos painéis da mostra – Foto: Gabriel Fernandes – CPC / Reprodução

.A USP coordena uma série de instituições ligadas à área da cultura, como museus, bibliotecas e centros de divulgação cultural e científica, além de todo um complexo universo de acervos, como coleções artísticas e conjuntos de obras de grandes intelectuais, por exemplo.

Na intenção de ressaltar a importância dessa vasta fonte de produção de conhecimento de que a Universidade dispõe e extrapolar os muros que a cercam, o Centro de Preservação Cultural (CPC) da USP abriu a exposição Museus e Acervos da USP.

Montada na atual sede do CPC, a histórica Casa de Dona Yayá, na Bela Vista, região central de São Paulo, a mostra traz, através de 40 painéis fotográficos, um olhar abrangente sobre todo esse patrimônio da Universidade – como um contraponto à desvalorização que a ciência e a pesquisa vêm ganhando no debate nacional, segundo os organizadores..

Entrada da exposição na Casa de Dona Yayá – Foto: Gabriel Fernandes – CPC / Reprodução

.Criado em 2002, o Centro de Preservação Cultural da USP realiza um trabalho de inventariação dos acervos e coleções mantidos sob a tutela da USP. No ano passado, ele publicou um guia intitulado Museus e Acervos da USP, feito através de um recorte dos museus e acervos abertos ao público geral.

Da intenção de se divulgar a publicação, surgiu a exposição de mesmo nome, inicialmente alocada no prédio da Reitoria da USP, na Cidade Universitária. “A exposição tem um caráter diferente do guia. Ela trabalha com outra linguagem e tem o objetivo de reforçar a publicação”, conta Cibele Monteiro, uma das responsáveis pela concepção e coordenação da mostra.

A inauguração na Reitoria aconteceu no contexto que sucedeu ao incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro, em setembro do ano passado. Cibele conta que naquele momento ela teve um caráter muito importante de chamar a atenção para esses museus e acervos, reafirmando-os e dando reconhecimento a eles. Agora, com a transferência da mostra para a Casa de Dona Yayá, ela explica que outro objetivo se evidencia.

“Aqui na Casa de Dona Yayá a ideia é termos a Universidade sendo reconhecida por outro público, o público externo. Convidar as pessoas a conhecer os diversos museus e acervos que a USP possui e entender que a Universidade faz um trabalho muito além do ensino nos cursos”, conta Cibele..

Exposição é composta de 40 painéis – Foto: Gabriel Fernandes – CPC / Reprodução

.A abertura da Museus e acervos da USP na Casa de Dona Yayá também se deu em um contexto importante. A inauguração aconteceu com a realização de uma mesa de debate, no dia 15 de maio, data que ficou marcada por ocorrer uma série de manifestações pelo País em defesa da educação. Mesmo sabendo que o público poderia ser afetado pelos protestos, o CPC decidiu manter o evento e publicou nota justificando.
“Compreendemos que o evento se soma à mobilização nacional contra os ataques à educação pública impostos pelo governo atual. O evento representa uma oportunidade de valorizar a Universidade e seu papel de diálogo com a sociedade, já que as discussões da mesa e a exposição são formas de revelar a riqueza e a importância do patrimônio universitário e de debater sobre sua relevância e seus desafios”, anunciou o CPC na nota.

A exposição é realizada em parceria com a Reitoria e a Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP. Segundo Cibele, a ideia é que, após esta longa temporada em que ficará na Casa de Dona Yayá – prevista para se encerrar no dia 20 de fevereiro de 2020 -, ela circule por outras unidades da USP, principalmente nos campi do interior. “Grande parte dos acervos é fruto de pesquisa da própria Universidade. Então há na exposição um convite para a comunidade conhecer melhor aquilo que a Universidade produz”, conclui.

A exposição Museus e Acervos da USP fica aberta até 20 de fevereiro de 2020, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, na Casa de Dona Yayá (Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, em São Paulo). Entrada grátis. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2648-1501.

Fonte: Jornal da USP

Sobre admin

Check Also

XIV CINFORM – Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa em Informação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *