Página inicial / Notícias / Esalq disponibilizará online e gratuitamente dissertações e teses defendidas desde 1966

Esalq disponibilizará online e gratuitamente dissertações e teses defendidas desde 1966

Por Murillo Gomes, G1 Piracicaba e Região

Trabalhos produzidos na Esalq desde 1966 serão disponibilizadas online — Foto: Divulgação/Esalq

Trabalhos produzidos na Esalq desde 1966 serão disponibilizadas online — Foto: Divulgação/Esalq

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), de Piracicaba (SP), vai tornar pública digitalmente todas as teses e dissertações produzidas nos cursos de pós-graduação da universidade desde 1966 que não possuem impeditivos para serem publicadas. A iniciativa, de acordo com a chefe técnica de Divisão da Biblioteca da Esalq, Marcia Saad, é democratizar o conhecimento e levar para todo mundo as produções da universidade.

“O papel da biblioteca é o de disponibilizar aos seus usuários aquilo que os beneficie de todas as maneiras. Como nós entendemos que nosso usuário não é só o que está aqui, no campus, mas em todo o mundo, tudo aquilo que for possível e legal em relação aos direitos autorais, nós vamos usar”, explica Marcia.

5.079 teses e dissertações

No início dos anos 2000, a política do campus da Universidade de São Paulo (USP) de Piracicaba passou a ser de que todas as produções fossem disponibilizadas em dois formatos. O impresso, que seria encaminhado para a biblioteca, e o digital, para ficar nos arquivos da universidade. Hoje em dia já existem trabalhos que são entregues apenas no formato eletrônico.

Antes disso, porém, a Esalq recebia apenas projetos impressos. De 1966, ano em que ocorreu a primeira defesa em um curso de pós-graduação da universidade, até 2000, foram produzidas 5.079 teses e dissertações, que agora estarão disponíveis no site da universidade gratuitamente. A previsão, segundo Marcia, é que esse processo seja concluído até 2021.

Trabalhos poderão ser encontrados na biblioteca do campus ou de forma online — Foto: Divulgação/Esalq

Trabalhos poderão ser encontrados na biblioteca do campus ou de forma online — Foto: Divulgação/Esalq

Trabalho detalhista

O projeto começou de fato em 2018, e o longo prazo para ser concluído se justifica. Com a ideia de disponibilizar todas as teses e dissertações, surgiram também os desafios, como lidar com recursos limitados para a execução. Foi necessário, então, criar um projeto para organizar o processo e fazer com que todos os profissionais disponíveis ajudassem a executá-lo. Ao todo, 22 funcionários técnicos estão envolvidos, além de profissionais de outros setores.

Antes de um trabalho ser digitalizado, o técnico analisa todos os detalhes para que nada seja perdido. Detalhes esses que vão de carimbos, fotos e anexos até anotações a lápis incluídas pelo autor na obra original.

“Por uma iniciativa própria nossa, decidimos digitalizar essa parte retrospectiva, que não estava disponível em digital. Como hoje existe uma política de a universidade estar aberta aos seus conteúdos, sem precisar pagar, resolvemos fazer isso com relação a essas teses. É um trabalho detalhista”, explica a chefe técnica da biblioteca da Esalq.

Pouco mais de 2.000 desses trabalhos já foram digitalizados. Eles ainda passam pelo processo de edição, submissão e, enfim, são encaminhados para a equipe que os disponibiliza digitalmente. Cerca de 500 teses e dissertações anteriores aos anos 2000 e que tinham acesso restrito ao acervo da biblioteca em Piracicaba já estão disponíveis no site da USP.

“Colocar tudo que é conhecimento científico produzido na universidade em acesso aberto. Esse é o nosso objetivo”, conclui Marcia.

Como acessar

Todo o acervo de teses e dissertações digitais da USP está disponível no site da biblioteca digital da universidade. É possível buscar trabalhos pelo ano em que foram defendidos, a área de conhecimento, autor, nível de graduação, orientador ou unidades. O acesso é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa. Atualmente, já existem mais de 5 mil teses e dissertações da Esalq, somando as que foram produzidas já na era digital, disponíveis aos interessados.

Teses da Esalq estão disponíveis gratuitamente na biblioteca digital da USP — Foto: Gerhard Waller - ESALQ/DvComun

Teses da Esalq estão disponíveis gratuitamente na biblioteca digital da USP — Foto: Gerhard Waller – ESALQ/DvComun

Fonte: G1 Piracicaba e Região

Sobre admin

Check Also

Livro de Patrícia Palma revela rede de bibliotecas religiosas que contribuiu para cultura escrita no século XVIII

Samuel Mendonça 13 de Novembro de 2019 Cultura Deixe um comentário Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo A …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *