Página inicial / Minorias Sociais / Pessoas com Deficiência / Encontro online do WPT incentiva produção de conteúdo acessível

Encontro online do WPT incentiva produção de conteúdo acessível

Especialistas participam do terceiro meet up virtual do Movimento Web para Todos. Imagem: Reprodução YouTube Movimento Web para Todos.

Formar cada vez mais criadores de conteúdos acessíveis faz parte do nosso trabalho diário com o Movimento Web para Todos. Seguindo esse nosso propósito, ontem (23/04), realizamos o terceiro meet up online e gratuito incrível com muita interação no chat e dicas relevantes dos especialistas. O tema foi: “Acessibilidade digital: como produzir conteúdo para ampliar a sua audiência?”

O encontro aconteceu no nosso canal no YouTube com a presença de João Bezerra Leite, embaixador do WPT, que foi nosso mediador; Edney Souza, Diretor Acadêmico na Digital House Brasil; Simone Freire, idealizadora do WPT; Isadora Meirelles, criadora de conteúdo acessível; Rafael Kiso, Fundador e CMO da mLabs. A live contou também com a tradução em Libras, em tempo real, pela intérprete Paloma Bueno.

Falamos de tendências, dicas práticas e ferramentas para que produtores de conteúdo digital possam ampliar sua audiência eliminando pequenas barreiras que vão beneficiar todo mundo!

DESTAQUES E DICAS

Destacamos alguns trechos do bate-papo para você saber um pouco como foi.  

Escrever pensando em todo mundo 

Quando você trabalha com acessibilidade, você entende que está trabalhando com a essência do jornalismo. A informação tem que estar ali para todo mundo. O objetivo é fazer a informação chegar para um maior número de pessoas. Quando você tem consciência disso, você faz um texto acessível. Assim, você facilita o uso do avatar de Libras, tudo fica mais fácil, até mesmo para uma ferramenta que vai ler aquele áudio”, enfatizou Simone Freire. 

Produzir conteúdo pensando nos cinco sentidos humanos de recepção de informação 

Eu incentivo as pessoas a usarem os cinco sentidos porque costumamos concentrar a maioria da produção de conteúdo apenas na visão. Então, por que não começar a colocar um player de áudio para fazer a leitura do áudio? Isso traz humanização da marca para o conteúdo. Eu enxergo de um olho só. Pra mim, o áudio é muito melhor. É enxergar a comunicação inclusiva como forma de inovar e também pra ir além dos sentidos”, disse Isa Meirelles.

Importância de incluir acessibilidade na grade curricular dos cursos técnicos, universidades e escolas

Falamos de acessibilidade em diferentes níveis: na interface, no dashboard, nos controles do aplicativo, na linguagem de um chatbot ou de um texto ser inclusivo. Temos diversidade, acessibilidade e inclusão na nossa filosofia. A pauta da acessibilidade faz parte da nossa rotina dos cursos da Digital House”, afirmou Edney Souza. 

Mudança de mentalidade e inclusão de pessoa com deficiência na equipe

Acredito que colocar a acessibilidade em prática é muito mais uma mudança de mentalidade. Tem muitas ações simples, como criar um texto alternativo, que você pode aplicar rapidamente. Se fizer um site acessível, seguindo os guidelines do W3C, seu site vai ser melhor ranqueado, vai ter melhor desempenho, reduzir custos de manutenção. É transformar a cultura da empresa. Uma das recomendações é ter alguém com deficiência no time. Isso faz com que você pense em acessibilidade o dia inteiro”, contou Rafael Kiso. 

Quer saber mais e acompanhar tudo o que aconteceu no nosso meet up? Assista ao vídeo completo!

Semana que vem tem mais! Na quinta-feira (30/04), teremos mais um meet up. A temática do encontro vai ser: “O que não pode faltar na hora de construir ambientes digitais mais inclusivos?”. Em breve, divulgaremos o link para inscrição.

Fonte: Web para todos

Sobre admin

Check Also

Acessibilidade digital e comunicacional na pandemia

No Webinar da CM, o Grupo Padrão, a SMPED e o Movimento Web para Todos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *