Página inicial / Notícias / Editores artesanais: O Gráfico Amador na Brasiliana

Editores artesanais: O Gráfico Amador na Brasiliana

Uma editora é considerada artesanal quando suas tiragens são baixas e os processos de impressão não são industriais, trazendo à tona a manualidade do trabalho em cada exemplar. O Gráfico Amador foi uma editora artesanal que existiu no Recife na década de 50, fundada por Aloisio Magalhães, Gastão de Holanda, José Laurenio de Melo e Orlando da Costa Ferreira, e suas publicações são um marco do design editorial brasileiro unido à literatura.

Fonte: Canal Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Sobre admin

Check Also

Resgate de livros de judeus roubados pelos nazistas se intensifica

Pesquisadores desenvolveram roteiro para rastrear as obras, muitas das quais ainda estão nas prateleiras de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *