Página inicial / Literatura / É possível pensar na literatura sem palavras?

É possível pensar na literatura sem palavras?

Livros ilustrados e o papel das imagens para quem ainda não domina letras e frases são temas do quarto episódio do PodAprender

“Uma imagem vale mais do que mil palavras”, já dizia o ditado. Quando se pensa em literatura, nos vêm à mente livros cheios de narrativas apoiadas em muitas palavras e frases, mas literatura e alfabetização não estão, necessariamente, ligadas uma à outra. Existem diferentes formas de aprendizagem que fazem uso dos estímulos visuais para estabelecer relações entre ideias, adquirir conhecimento, além de exercitar a criatividade e a imaginação.

Livros ilustrados podem ser a porta de entrada para um mundo que apresenta à criança infinitas possibilidades. Publicações que apoiam sua narrativa apenas em imagens cumprem um papel importante, que é o de lançar aqueles que ainda não lêem numa jornada onde se começa a tomar gosto pela literatura antes mesmo de se aprender a ler. Crianças já têm, desde bebês, um ambiente criado para que a leitura do mundo, dos símbolos e dos signos seja estabelecida.

A psicóloga e psicanalista Cláudia Serathiuk destaca que no caso de crianças pequenas, o livro ilustrado é um meio que requer um adulto junto para conduzir a narrativa. “É muito mais necessário um mediador de leitura do que, propriamente, um livro em si, porque o mediador também vai dar acesso à interpretação e à leitura por meio das imagens ou palavras”, afirma.

Acesse a matéria completa em Polinize e conheça mais sobre o livro ilustrado e sua importância na aprendizagem das crianças. 

Sobre admin

Check Also

Projeto de leitura para pessoas acima de 60 anos está com inscrições abertas em Itapetininga

Segundo a prefeitura, a iniciativa é totalmente digital e segura. Acervo virtual possui mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *