Página inicial / Notícias / Dia do Bibliotecário será comemorado com campanha

Dia do Bibliotecário será comemorado com campanha

By joeljacintho

III Semana do Bibliotecário acontece de 12 a 16 deste mês, no Convento das Mercês, com o lançamento da campanha “Queremos nossa biblioteca escolar com bibliotecários”

Professoras e bibliotecárias unidas pelas bibliotecas escolares

O Dia do Bibliotecário nessa segunda-feira (12 de março) será comemorado em São Luís com a realização da III Semana do Bibliotecário, de 12 a 16 deste mês, no Convento das Mercês (Praia Grande). O ponto alto será o lançamento da campanha “Queremos nossa biblioteca escolar com bibliotecários”, cujo objetivo é contribuir para o cumprimento da Lei nº 12.244/2010, que estabelece que até 2020 todas as escolas públicas e privadas do Brasil terão de ter bibliotecas.

Como mecanismo para fazer valer a lei, o Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB-13), órgão fiscalizar do exercício da profissão intensificará a fiscalização em todas as escolas estaduais. A Semana, promovida pelo CRB-13, em parceria com outras instituições afins, conta com uma vasta programação. Entre outras coisas, será discutida a categoria a necessidade de políticas públicas na área e o papel do bibliotecário nesse contexto, com palestras, mesas redondas, oficinas e atividades paralelas.

Déficit

A professora Leoneide Maria Brito Martins, presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia (13ª região), destaca que a descontinuidade de políticas públicas efetivas para bibliotecas escolares, que garantam o cumprimento da Lei de Universalização de Bibliotecas Escolas (Lei nº 12.244/2010), contribui para agravar o déficit de leitura e escrita entre os estudantes da educação básica e do ensino médio e, consequentemente, ampliar o nível de subdesenvolvimento do Estado no campo educacional e de conscientização política da sociedade.

A iniciativa objetiva promover ações de incidência política, ampliando o debate com os gestores públicos do estado e dos municípios maranhenses, representantes do Ministério Público, sindicatos e associações de profissionais da educação, bibliotecários, professores, gestores escolares e demais segmentos da sociedade, no sentido de construir, coletivamente, estratégias para o cumprimento da referida lei, entre outras coisas”, disse.

Segundo a professora Maria do Rosário Guimarães Almeida, presidente da Sociedade de Amigos das Bibliotecas do Maranhão, a lei, que é um dever do poder público e um direito do cidadão, contribuirá para a melhoria da qualidade do ensino. “Tendo a biblioteca escolar como suporte da educação. Apesar da biblioteca escolar ser uma exigência para o registro de uma escola junto ao Ministério da Educação e Cultura, a grande maioria das escolas públicas não dispõe desse espaço de leitura e pesquisa”, frisou.

Para a bibliotecária Rosa Maria Ferreira Lima, coordenadora estadual do Proler e proprietária da Livraria Saci Pererê, apoiadora do evento, a falta de sensibilidade do poder público municipal com a questão é preocupante. “Todos sabem que a biblioteca é a unidade mais importante do projeto pedagógico de um estabelecimento de ensino. Vemos com muita tristeza essa realidade, onde as raras escolas que possuem biblioteca não valorizam o espaço com as adequações necessárias, acervos de qualidade e pessoal qualificado”, revelou.

Para se ter uma ideia, conforme Rosa Maria Ferreira Lima, São Luís tem 117 escolas e somente três bibliotecárias. “Isso sem falar em bibliotecas públicas. Há 36 anos, São Luís não construiu uma biblioteca. A úni­ca que existe e funciona em condições limitadas, no Bairro de Fátima, foi construída pelo Governo do Estado”, disse.

Para a coordenadora do Curso de Biblioteconomia da UFMA e membro do Conselho Federal de Biblioteconomia, Aldinar Bottentuit, todo cidadão tem o direito de ler e escrever. “E a biblioteca é o melhor espaço, promovendo o acesso ao livro de qualidade. Por ser pública, ela precisa atender à comunidade. É importante reconhecer esse direito do cidadão”, destacou.

Fonte: Joel Jacinto

Sobre admin

Check Also

Buscadores e a responsabilidade pela indexação de conteúdo disponível em outras fontes

Publicado por Jus Legal Estava agendado para o dia 04.12.2019 o julgamento no STF do Recurso …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *