Página inicial / Ciência da Informação / Dezenas de revistas científicas ‘sumiram’ da internet, aponta estudo

Dezenas de revistas científicas ‘sumiram’ da internet, aponta estudo

Pesquisa acende alerta sobre o desafio de preservação de contribuições científicas registradas em revistas de acesso aberto

Texto por Victor Pinheiro

Ao menos 176 revistas científicas de acesso aberto desapareceram da internet entre os anos de 2000 e 2019, indica um novo estudo de pesquisadores da Finlândia e da Alemanha. A pesquisa, que foi divulgada no repositório de pré-publicações Arxiv, aponta que outros 900 títulos ‘inativos’ também estão em risco de sumir de plataformas digitais.

Para os autores, os resultados acendem um alerta sobre lacunas na preservação do conhecimento científico na era digital. O trabalho não analisa as razões pelas quais as revistas desaparecerem, nem a qualidade delas, mas aponta que mais da metade dos títulos estavam associados às ciências humanas. Também foram identificados periódicos sobre saúde, matemática e ciências naturais.

Os pesquisadores estudaram a presença dos títulos de acesso aberto no catálogo de plataformas de indexação bibliográficas, como o Directory of Open Access Journal (Diretório de Periódicos de Acesso Aberto, em tradução livre). Eles compararam a relação das revistas listadas durante os anos e identificaram as publicações que foram excluídas dos registros.

Em seguida, os cientistas procuraram por materiais de cada uma das revistas mapeadas na plataforma Archive.org. Controlado pela organização sem fins lucrativos Internet Archive, o site funciona como uma biblioteca digital que arquiva e preserva páginas web, das quais parte já não existe mais.

Leia a matéria completa publicada pelo Olhar Digital

Sobre admin

Check Also

Conheça a importância da leitura na Era da Informação

O livro tem sido um excelente companheiro para todas as horas, principalmente na pandemia do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *