Página inicial / Minorias Sociais / Pessoas com Deficiência / Deficientes Visuais / Coronavírus: um guia para todos verem

Coronavírus: um guia para todos verem

Luiz Alexandre Souza Ventura

Descrição da imagem #pracegover: Foto de smartphone sobre uma mesa, ao lado de um óculos de sol. Na tela do smartphone, a home do site ‘ParaTodosVerem Coronavírus’. Crédito: blog Vencer Limites.

Um empreendedor social e um programador, ambos de Curitiba (PR),lançaram nesta semana uma plataforma de acesso gratuito com informações atualizadas em tempo real sobre o coronavírus. O principal diferencial do site é que ele tem encontrado muitas barreiras para acompanhar a cobertura da pandemia.

O ‘Guia PraTodosVerem sobre o Coronavírus’ entrou no ar nesta segunda-feira, 30, no link guiapratodosverem.com.br.

Toda a construção da página, desde a primeira concepção, foi pensada para acesso por pessoas com deficiência visual em smartphones, notebooks ou computadores desktop. A navegação é inteira adaptada para os leitores de tela de todos os sistemas – Talk Back, no Android; Voiceover, no IOS/Aple, e o Narrador, do Windows –, tem botões de acessibilidade para constraste e aumento de texto, além de conteúdos acessíveis como audiolivros e audiodescrição de filmes.

O projeto surgiu há poucos dias, durante o período de distanciamento social que o mundo inteiro está enfrentando junto. Quem teve a ideia foi João Pedro Novochadlo, de 28 anos, empreendedor social na área de tecnologia para pessoas com deficiência visual e co-fundador do Veever. Ele entrou em contato com o amigo Mateus Silva, de 22 anos, que é programador, e eles construíram a plataforma juntos.

A página tem informações gerais sobre a covid-19, como sintomas, prevenção e perguntas frequentes, tudo coletado diretamente do Ministério da Saúde. Também está conectado ao sistema criado pela Microsoft que recebe dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) em tempo real, com estatísticas do Brasil e do mundo.

Além disso, mostra reportagens publicadas nos principais portais da grande imprensa do Brasil. Nesta quarta-feira, 1, foi incluida uma área somente de boas notícias.

“É uma plataforma centralizada de informações sobre o coronavírus. Não produzimos nenhum conteúdo”, explica João Pedro Novochadlo. “Além das notícias e dados, listamos diversos audiolivros publicados no YouTube e temos uma parceria com a Superplayer, que tem várias playlists de música”, diz Novochadlo.

Fonte: Estadão

Sobre admin

Check Also

Atualização dos dados de 2019 Bibliotecas SisEB – Prorrogação de prazo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *