Página inicial / Biblioteconomia / Bibliotecas / Bibliotecas Comunitárias / Conheça a Biblioteca Comunitária Assata Shakur, citada por Emicida no Roda Viva da última segunda (27)

Conheça a Biblioteca Comunitária Assata Shakur, citada por Emicida no Roda Viva da última segunda (27)

Em entrevista à TV Cultura, Tatiana Nefertari, que esteve à frente na formação da Biblioteca, conta sobre a história e a importância do projeto

Texto por Redação

Em entrevista ao Roda Viva da última segunda-feira (27), o rapper Emicida citou a Biblioteca Comunitária Assata Shakur, criada pela Org Ujima Povo Preto, como exemplo de projeto social que tem sua origem ligada ao movimento do rap. O momento foi comemorado nas redes sociais por membros da Org Ujima Povo Preto.

A Biblioteca, localizada na periferia da zona leste de São Paulo, disponibiliza livros escritos por pessoas pretas e literatura sobre a cultura e história do povo preto-africano. “A importância da biblioteca pra gente, é porque ela é uma biblioteca antirracista, e isso é importante pra formação da identidade negra e também pra formação política das pessoas. Além dos livros, a gente realiza atividades mensais, cursos, festas, cine debates, tudo com a temática racial e social. Nos preocupamos muito também com as crianças, então temos um espaço de livros infantis com personagens negros, realizamos atividades com elas também”, explicou Tatiana Nefertari, integrante da Org Ujima Povo Preto, em entrevista à TV Cultura.

A ideia de construir a biblioteca começou em 2018, mas só foi concretizado em 2019. “Os livros foram adquiridos por pessoas que compõe o coletivo, é uma construção autônoma e agora temos conseguido algumas doações”, complementou Tatiana Nefertari. “Assata Shakur”, que denomina a Biblioteca, é uma homenagem à ativista social Assata Shakur, que fez parte do antigo Partido Pantera Negra e Black Liberation Army, lutando pela liberdade dos negros norte-americanos. Shakur permanece exilada em Cuba e até hoje está na lista de uma das pessoas mais procuradas pelo FBI.

Leia a matéria completa publicada pelo site da Cultura e saiba mais sobre a biblioteca e seu projeto social.

Sobre admin

Check Also

Projeto de leitura para pessoas acima de 60 anos está com inscrições abertas em Itapetininga

Segundo a prefeitura, a iniciativa é totalmente digital e segura. Acervo virtual possui mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *