Página inicial / Biblioteconomia / Bibliotecas / Bibliotecas Digitais / Confira artigo de pesquisadores do Ibict sobre uma interface de análise de dados da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações

Confira artigo de pesquisadores do Ibict sobre uma interface de análise de dados da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações

A partir da proposta de um estudo de caso sobre a construção de uma interface de visualização de dados para repositórios de acesso aberto, Washington R. de Carvalho Segundo e Lucca de Farias Ramalho, pesquisadores do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), escreveram o artigo “R-Shiny as an Interface for Data Visualization and Data Analysis on the Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations (BDTD)” (em português “R-Shiny como Interface para Visualização e Análise de Dados na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD)”.

Os pesquisadores foram convidados a escrever o artigo quando apresentaram os resultados do trabalho durante o evento Open Repositories, realizado em junho de 2019, na Alemanha. O artigo está disponível no volume 8, número 2, da revista Publications, e traz o estudo de caso da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), desenvolvida e coordenada pelo Ibict. A BDTD é uma rede de repositórios e bibliotecas digitais de teses e dissertações, que agrega registros de mais de 110 instituições brasileiras que contribuem com uma quantidade de quase 670.000 documentos.

O artigo dos pesquisadores do Ibict traz detalhes sobre os métodos estatísticos utilizando a linguagem R e um de seus pacotes de visualização, que é chamado Shiny. Sobre o R, Lucca Ramalho explica que é uma linguagem de programação “que foi desenvolvida com contribuições da comunidade acadêmica, com o benefício de ser um software livre com ampla comunidade de usuários”. Por meio do aplicativo, um usuário pode visualizar dados de uma maneira rápida e personalizável, de modo que seria possível ajudar no acompanhamento de metadados e estatísticas de uso nos repositórios.

Como detalha Washington Segundo, que, além de pesquisador, também é coordenador do Laboratório de Metodologia de Tratamento e Disseminação da Informação do Ibict, a ideia é que, a partir do estudo de caso da BDTD, outras instituições possam criar repositórios abertos e ingressar em redes de repositórios nacionais, regionais ou internacionais. Washington explica que um dos propósitos da BDTD é disseminar a Ciência Aberta e a relevância dos repositórios e das bibliotecas digitais como meio de disseminação da informação científica produzida pelo país.

A BDTD é uma rede de repositórios, os quais nem sempre têm a visibilidade que eles merecem. As instituições mantêm esses repositórios e têm um trabalho grande para atualizar a parte tecnológica e de organização da informação. Assim, a BDTD tem esse papel de congregar a informação em um só local e, ao mesmo tempo, oferecer visibilidade a esses repositórios. Sendo que o acesso ao recurso da tese ou dissertação é feito no repositório da própria instituição”, detalha Washington Segundo. 

Washington Segundo destaca, ainda, que existe um trabalho cotidiano de manutenção e expansão da BDTD, de modo a incentivar a criação de novos repositórios e bibliotecas digitais em outras instituições. “A partir do momento em que é criada uma rede, como a BDTD, os membros participantes podem visualizar quem participa da rede, e as informações disseminadas por cada instituição, o que é um estímulo para outras instituições fazerem parte dessa rede, criando, desta forma, seus respectivos repositórios e bibliotecas digitais”.

Para ler o artigo completo dos pesquisadores acesse (em inglês): https://doi.org/10.3390/publications8020024 (link direto da revista) ou http://ridi.ibict.br/handle/123456789/1073 (Repositório  Institucional do Ibict).

Para conhecer a BDTD, clique aqui

Fonte: Ibict

Sobre admin

Check Also

Projeto de leitura para pessoas acima de 60 anos está com inscrições abertas em Itapetininga

Segundo a prefeitura, a iniciativa é totalmente digital e segura. Acervo virtual possui mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *