Página inicial / Notícias / Coluna: Onde estão os bibliotecários?

Coluna: Onde estão os bibliotecários?

A Grazielli voltou com a coluna: “Onde estão os bibliotecários?”. E desta vez, a entrevistada foi a Andreia Maria dos Santos. Vem conferir!

Olás, faz tempo que não trago nenhuma matéria pra nossa coluna, Onde Estão os Bibliotecários, mas o importante é que estou de volta.

Hoje a entrevista é com a Bibliotecária Andréia Maria dos Santos, 28 anos, formada em 2013. Atualmente trabalha na Biblioteca da Universidade da Cidade de São Paulo.

Além da graduação, Andreia fez Pós – Graduação em Serviços de Informação pela FESP em 2017.

“A Pós – Graduação agregou muito em minha formação, me proprocionou uma análise mais profunda de como promover melhoria nos serviços oferecidos pela biblioteca onde atuo por meio de inserção de práticas presentes na: gestão da informação e do conhecimento, inovação e empreendedorismo e inteligência competitiva.”(Andreia dos Santos)

Seu primeiro emprego foi como operadora de telemarketing, mas logo que possível entrou na biblioteconomia, atuando como estagiária na empresa TCI Business Outsourcing Tecnologia Conhecimento e Informação S/A, e depois como Auxiliar e Assistente na Universidade Cruzeiro do Sul.

Para ela a Biblioteconomia transcente às atividades técnicas da profissão e do gerenciamento de estoques informacionais.

“Já dizia Ranganathan, “A biblioteca é um organismo vivo”, a biblioteconomia também é um organismo vivo e em constante crescimento, não é e não está defasada, mas, em grande expansão.”(Andreia dos Santos)

Quando questionada em relação ao que achava necessário ser mudado na Biblioteconomia, nos deu uma resposta brilhante:

“Ainda lutamos com o problema da nossa identidade, mais do que nunca precisamos mostrar quem é o profissional bibliotecário, infelizmente nossa identidade não parece clara, mas, exercemos atividades multi e interdisciplinares em diversos espaços de informação.”(Andreia dos Santos)

Em relação à FESP, ela menciona que tem muita estima e satisfação de ter estudado na FESP, por se tratar de uma instituição que não só prepara os alunos para o mercado de trabalho e crescimento social do país, mas, capacita-os a serem cidadões críticos, éticos, competentes e habilitados a não se perderem diante a tantas mudanças que permeia a sociedade.

Acredita que o mercado de trabalho atual está cada vez mais desafiador e exigente e em busca de profissionais com novas ideias aplicáveis.

“Em tempos de mudanças, enquanto houver informação, haverá necessidade de atuação do profissional Bibliotecário. Avancem!!! Fiquem atentos as mudanças e principalmente aos desafios que permeia a sociedade atual, não tenham medo das ‘previsões do fim da nossa profissão’.” (Andreia dos Santos)

Fonte: 

Sobre admin

Check Also

Atualização dos dados de 2019 Bibliotecas SisEB – Prorrogação de prazo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *