Página inicial / Notícias / Coleção do professor Eduardo Peñuela enriquece acervo da USP

Coleção do professor Eduardo Peñuela enriquece acervo da USP

Parte dos 3 mil itens da coleção já está disponível na Biblioteca da Escola de Comunicações e Artes (ECA)

Por  – Editorias: Cultura – URL Curta: jornal.usp.br/?p=19452
Códice Vaticano, um dos valiosos itens do acervo do professor Eduardo Peñuela Cañizal, hoje depositado na Biblioteca da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

“Maravilhosa.” É assim que a bibliotecária Silvana Leite, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, descreve a coleção do professor Eduardo Peñuela Cañizal (1933-2014). O docente, um dos fundadores da escola, guardou durante sua vida cerca de 3 mil itens, entre livros, filmes, gravuras, fotografias e revistas. No ano passado, a família do professor doou essa coleção para a Biblioteca da ECA, e agora os itens estão sendo catalogados. Alguns já se encontram disponíveis para consulta e empréstimo.

Livros sobre cinema, arte, filosofia e história estão entre os itens doados à ECA pela família do professor Eduardo Peñuela – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

.

Livro sobre cinema, uma das especialidades de Peñuela – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

A maior parte do acervo é composta de livros e filmes, alguns raros e de edições limitadas. A catalogação do material começou este ano e contou com a ajuda do professor Mateus Araújo Silva, do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA. Silva selecionou 468 livros e folhetos que considerou os mais importantes.

O professor Eduardo Peñuela Cañizal (1933-2014), um dos pioneiros da ECA – Foto: Divulgação / ECA

Peñuela também era professor do curso de Audiovisual da ECA. Por isso, a maioria dos itens da sua coleção está relacionada à arte. Mas livros sobre filosofia e história também estão no acervo. “É um enriquecimento muito grande para a biblioteca”, comenta Silvana. Isso se deve ao fato de que 70% do material selecionado é novidade para as prateleiras da faculdade. Alguns dos livros são raros e considerados por si mesmos como obras de arte.

Uma das raridades da coleção de Peñuela, por exemplo, é o Códice Mexicanus I, um manuscrito pictórico que retrata a origem do mundo e dos reis mixtecos, um povo ameríndio pré-colonial. Os desenhos foram reproduzidos em uma cartilha e o livro que acompanha as imagens traduz e explica o significado de cada desenho. A peça original se encontra na Biblioteca Nacional de Viena e a reprodução do livro foi limitada.

O mesmo ocorre com Reliquias Coloniales, outro livro raro da coleção do professor. Com tiragem de apenas 2 mil exemplares, numa única edição, o livro mostra como era a vida colonial das capitanias espanholas na Bolívia e traz desenhos dos projetos de urbanização nesses locais. Há também uma edição do limitado Arte de Pájaros, livro de poemas de Pablo Neruda com a temática de pássaros. Neruda convidou diversos de seus amigos artistas para ilustrar a obra, tornando o livro uma obra de arte poética e visual.

Apreciador dos movimentos artísticos mexicanos do século XX, Peñuela também possuía vários livros sobre Frida Khalo e Diego Rivera, duas referências artísticas mundiais. Além disso, o acervo do professor inclui uma vasta coleção de livros e filmes do cineasta espanhol Luis Buñuel. O professor era pioneiro nos estudos sobre o diretor surrealista, que exerceu forte influência sobre outros diretores, entre eles Pedro Almodóvar.

Eduardo Peñuela Cañizal veio para o Brasil ainda menino, fugindo com sua família da ditadura de Francisco Franco na Espanha. Formou-se na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP e ficou conhecido como um dos maiores especialistas do País nas áreas de teoria do cinema e poética das manifestações não verbais. Ajudou a fundar a ECA, ao lado de outros professores da escola, da qual foi diretor entre 1993 e 1996. O professor faleceu em 2014, ainda no exercício da profissão.

Fonte: Jornal da USP

Sobre admin

Check Also

Petição Pública – Biblioteca Escolar para Todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *