Página inicial / Leitura / Clubes de leitura aproximam pessoas, distraem e proporcionam trocas de experiência no isolamento

Clubes de leitura aproximam pessoas, distraem e proporcionam trocas de experiência no isolamento

Durante a quarentena, clubes de leitura reúnem online leitores de todo o País; veja ainda dicas de como montar um clube do livro

Texto por Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

Ler é um ato solitário, e quem já participou de um clube do livro ou assistiu ao filme O Clube de Leitura de Jane Austen, por exemplo, sabe como a leitura compartilhada e a escuta podem ser transformadoras.

Cleide Tomazini Aichele, de 78 anos, nunca foi muito de ler, mas desde que começou a frequentar o Clube de Leitura 6.0 assim que ele foi inaugurado, um pouco antes do início da quarentena, no Núcleo de Convivência de Idosos do Centro de Assistência e Promoção Social Nosso Lar, na Mooca, isso mudou.

Foram dois encontros presenciais no início do projeto, do qual só pode participar quem tiver mais do que 60 anos, e então o isolamento começou. Eles passaram a se reunir online semanalmente para discutir a leitura proposta pelo clube criado pelo Observatório do Livro – que está presente em 60 cidades do Estado e, se não fosse pela pandemia, já estaria em 100 municípios. Em uma semana, os participantes conversam sobre o e-book que leram. Na outra, sobre o audiolivro que ouviram.

Cleide Tomazini Aichelle começou a ler recentemente, depois do incentivo do Clube 6.0 Foto: Acervo pessoal

A leitura está ajudando Cleide, que entrou mal na quarentena. Ela tinha perdido o companheiro que estava ao seu lado havia 60 anos e levado um tombo feio no dia 11 de março. “Eu estava mal e percebi que meu organismo não estava reagindo. Não podia sair, nem estava disposta a sair. Ler está me ajudando a passar o tempo, a refletir e a formar opinião. Isso tem ocupado a minha cabeça. Meu ânimo está melhor e sinto que estou com mais coragem”, diz.

Nas discussões, ela conta, ainda prefere apenas ouvir. E só isso já é enriquecedor. “Como li pouco na vida, não tenho facilidade de comentar os livros, mas é muito interessante perceber que às vezes a leitura de outra pessoa não bate com a sua.”

Acesse a matéria completa publicada pelo Estadão e compreenda a importância dos clubes de leitura. 

Sobre admin

Check Also

Campanha de conciliação 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *