Página inicial / Ciência da Informação / Informação em Saúde

Informação em Saúde

Saúde estadual organiza produção técnica e científica para publicação na Biblioteca Virtual

A fim de tornar pública a produção técnica e científica da Saúde estadual na BVS (Biblioteca Virtual em Saúde), a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), aderiu ao projeto de Cooperação Técnica entre o Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass) e a Biblioteca Regional de Medicina (Bireme), centro especializado da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), que possibilita o registro de produções técnicas e científicas das Secretarias Estaduais da Saúde de todo o Brasil.

No âmbito da Escola de Saúde Pública de Sergipe (ESP/SE), a Funesa é a referência para coletar, analisar, processar e cadastrar o material produzido pelas instituições na Plataforma da BVS. Entre os documentos necessários estão: publicações periódicas; monografias, trabalhos apresentados em eventos científicos (seminários, conferências, reuniões, congressos); manuais e guias; tese e dissertação; relatórios técnico-científicos; estatísticas; material educativo; filmes, gravações em vídeo e registros sonoros não musicais.

De acordo com a analista educacional da Funesa, Paloma Sant’Anna, essa iniciativa é de extrema importância para o SUS e, principalmente para o SUS Sergipe. “Antes não tínhamos essa oportunidade de dar visibilidade aos materiais produzidos por técnicos e profissionais de saúde do estado. A partir de agora, todo material técnico e científico que for produzido dentro do estado poderá ser disponibilizado na BVS, o que torna as produções científicas acessíveis a um infinito número de pessoas”, explica.

O material recebe um tratamento técnico, sendo catalogado e indexado utilizando descritores da saúde. “Isso ajuda a disseminar a informação produzida e facilita o acesso, à medida que também passa a ser recuperado dentro do catálogo de busca da BVS. O resumo em língua nacional é produzido pela bibliotecária da Fundação e recebe tradução em outras línguas, já que a base de dados é feita em português, inglês, francês e espanhol”, informa Paloma, que acrescenta o projeto contribui significativamente para o avanço do SUS Sergipe. “A partir da divulgação de resultados e dados de pesquisas técnicas e científicas produzidas em nosso estado, poderemos avançar na qualificação de nossas políticas públicas, consolidando e fortalecendo cada vez mais o SUS em Sergipe”.

Leia a matéria completa publicada pelo Aqui Acontece

eDoc Talks | Gestão da Informação em Saúde no cenário atual e no pós-pandemia

Inteligência artificial, gestão hospitalar, de prontuários digitais, gestão do conhecimento. Vamos falar de Saúde 4.0 no eDoc Talks?!

Mais de 1.800 profissionais já interagiram e participaram das 3 edições dos eDOCS Talks ao vivo no YouTube! Venha debater conosco!

Participe também do eDoc Saúde Online 2020 | Saiba mais em: http://edoconline.com.br/edoc-saude

Fonte: Edoc Online

Série de Webnários – Fortalecimento das Redes de Informação em Saúde

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), por meio da sua Representação no Brasil (OPAS Brasil) e do Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME), e a Coordenação Geral de Documentação e Informação, Sub-Secretaria de Assuntos Administrativos da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde (CGDI/SAA/SE/MS) coordenam uma série de webinários que tem o objetivo de fortalecer as redes de informação em saúde, articular e promover a cooperação e participação das Redes Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Bibliotecas do Sistema Único de Saúde (BiblioSUS).

A seguir os seis webinários que já estão programados, com temáticas de interesse geral para toda a Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde e público em geral.

Use a #redesBVSBibliosus para divulgar os eventos. Participe!

Póximos Eventos Data Prevista
A importância do controle bibliográfico na área da saúde: ampliar a visibilidade e o acesso 29/junho/ 2020
O papel da Rede como disseminador e intermediário do conhecimento científico em saúde 27/agosto/2020
Informação científica sobre COVID-19: o papel dos preprints 02/setembro/2020
Ética na publicação científica 16/setembro/2020
Avaliação da ciência – índices de impacto 30/setembro/2020

Webinar 2 – A importância do controle bibliográfico na área da saúde: ampliar a visibilidade e o acesso!

Apresentar as bases de dados bibliográficas, em especial a ColecionaSUS e LILACS, mostrar indicadores e números que mostrem a importância de realizar o controle bibliográfico e apresentar a metodologia e sistemas que possibilitam alcançar o controle bibliográfico, buscar identificar necessidades de capacitação da Rede, e apresentar as atividades de capacitação que são oferecidas.

Data prevista: 29 de junho de 2020 – 10h00 (horário de Brasília)

Palestrantes: a confirmar

Webinar 3 – O papel da Rede como disseminador e intermediário do conhecimento científico em saúde

Apresentar os recursos e fontes de informação da BVS como um todo, os serviços Minha BVS e eBlueInfo, além de outros recursos da interface de busca da BVS. É importante reforçar a importância da BVS Brasil e as instâncias temáticas brasileiras. Também identificar necessidades de capacitação da Rede para o acesso e uso da informação disponível na BVS. Nesta oportunidade promover o Curso de autoaprendizagem sobre acesso e uso da BVS, que está em processo de atualização.

Data prevista: 27 de agosto de 2020 – 10h00 (horário de Brasília)

Palestrantes: a confirmar

Webinar 4 – Informação científica sobre COVID-19: o papel dos preprints

Este webinar tem por objetivo apoiar na identificação de fontes fidedignas e discutir o papel dos preprints – repositórios de artigos científicos que não passaram por avaliação por pares – na evolução e disseminação da informação científica entre especialistas e para a sociedade.

Data prevista: 02 de setembro de 2020 – 10h00 (horário de Brasília)

Palestrante: LilianDra. Lilian N. Calò

Comunicação Científica em Saúde

BIREME/OPAS/OMS

Lattes

Webinar 5 – Ética na publicação científica

A redação de artigos científicos e relatórios técnicos obedece a uma linguagem universal, independentemente do idioma e a regras estritas, que permite que os experimentos sejam repetidos em qualquer parte e os resultados sejam verificados. Princípios éticos na atribuição de autoria, na manipulação de dados de pacientes com confidencialidade, na redação dos artigos e a identificação de periódicos fidedignos para publicar norteiam a comunicação científica e serão apresentados e discutidos neste webinar.

Data prevista: 16 de setembro de 2020 – 10h00 (horário de Brasília)

Palestrante: LilianDra. Lilian N. Calò

Comunicação Científica em Saúde

BIREME/OPAS/OMS

Lattes

Webinar 6 – Avaliação da ciência: índices de impacto

Os resultados de pesquisa são comunicados à comunidade científica e à sociedade em periódicos científicos, livros, anais de congressos, manuais técnicos e outras formas. Sua avaliação é necessária como indicador de qualidade da pesquisa e se traduz em concessão de recursos para pesquisa, avaliação de programas de pós-graduação, progressão na carreira e outros indicadores.

Data prevista: 30 de setembro de 2020 – 10h00 (horário de Brasília)

Palestrante: LilianDra. Lilian N. Calò

Comunicação Científica em Saúde

BIREME/OPAS/OMS

Lattes

Fonte: Portal da Rede BVS

«El acceso abierto ya es imparable»: Entrevista a Uxía Gutiérrez, coordinadora de Bibliosaúde

Texto por Uxia Gutierrez

Entrevistamos a Uxía Gutiérrez, coordinadora de la biblioteca virtual Bibliosaúde, la red de cooperación integrada por las bibliotecas de los centros hospitalarios del Sistema Público de Salud de Galicia.

En un momento tan complicado para nuestros servicios de salud, apreciamos mucho su testimonio experto. Uxía Gutiérrez nos habla sobre su trabajo diario como bibliotecaria en Complexo Hospitalario Universitario de Ferrol, describiendo las particularidades de esta importante faceta de la documentación sanitaria. En la entrevista también nos avanza algunas de las primeras consecuencias visibles de la pandemia para nuestro entorno profesional.

(Archivoz) ¿Cómo llegaste a ser bibliotecaria en un hospital?

(Uxía Gutiérrez) Pues yo estudié en la Universidade de Santiago de Compostela, realicé la licenciatura de Geografía e Historia. Primero me especialicé en Arte, y posteriormente hice la especialidad de Archivística y Biblioteconomía en la misma universidad. En el año 1990 estaba trabajando como colaboradora en la biblioteca del Ateneo Ferrolán por las tardes y en una biblioteca escolar durante unos meses por las mañanas, y salió una convocatoria en el periódico en la que solicitaban personal para la biblioteca del Hospital Arquitecto Marcide. Me presenté, hice unas pruebas y entrevistas y así empecé a trabajar en una biblioteca de hospital. Posteriormente, en el 2005 el Servizo Galego de Saúde convocó oposiciones también para bibliotecarios y consolidé la plaza como personal estatutario.

Leia a íntegra da notícia em https://www.archivozmagazine.org/es/uxia-gutierrez-bibliosaude-acceso-abierto/

Fonte: Archivoz

El papel de las bibliotecas de ciencias de la salud en medio de la crisis sanitaria COVID-19

Hoy la Biblioteca del Hospital universitario de Fuenlabrada ha tenido la oportunidad de participar, junto a otras bibliotecas de toda España (bibliotecas hospitalarias, colegiales, virtuales centrales) en una charla convocada por Ebsco Information Services (proveedor, en nuestro caso, de recursos como CINAHL, Enfermería al Día, IMAIOS, varias revistas…). Las principales conclusiones se podrían resumir en la necesidad de reaccionar ante los nuevos retos con soluciones que hasta ahora se habían ido retrasando, aunque estaban ahí en muchas ocasiones:

  • teletrabajo como opción cierta y eficiente

  • formación online a nuestros usuarios

  • aumentar la cooperación (como ha demostrado el éxito de la iniciativa #AyudaBiblioteca), superando barreras territoriales/administrativas

  • incrementar nuestro papel como filtro en la selección de recursos de información de calidad

  • reestructuración y readaptación de los espacios físicos

  • abrirnos a nuevos horizontes (lucha contra los bulos, atender a las demandas de información sanitaria por la población general…)

  • desarrollo del OpenAccess, imparable después de cómo se ha visto que ha facilitado el avance de las investigaciones sobre la COVID19

  • nuevos modelos de publicación y de la cadena de revisión y validación por pares ¿repositorios y técnicos sanitarios como alternativa?

  • Se puede ver ya el vídeo completo, aviso, es largo 🙂

Fonte: Biblioteca HFLR

Biblioteca temática da Fiocruz reúne mais de 1 mil publicações científicas sobre o novo coronavírus

Por Flávia Lobato (Campus Virtual Fiocruz)

Conectar pessoas e apoiar decisões no momento de crise na saúde pública.  Para isso – entre outras iniciativas – a Vice-presidência de Educação, Informação e Comunicação da Fundação Oswaldo Cruz (VPEIC/Fiocruz) criou uma biblioteca temática sobre o novo coronavírus (Covid-19) na plataforma Zotero. Assim, estão disponíveis mais de mil publicações científicas e orientações para autoridades sanitárias, profissionais de saúde e a população geral.

A bibliotecária Fátima Martins é a responsável por este trabalho na Coordenação de Informação e Comunicação (Cinco – VPEIC/Fiocruz). Ela explica que o principal objetivo é oferecer uma base técnico-científica, contribuindo para que medidas sejam adotadas para reduzir os impactos da pandemia de coronavírus. “A plataforma reúne uma variedade de publicações: artigos, teses, dissertações, pesquisas, protocolos, diretrizes, guidelines, relatórios, cartilhas, podcasts, entre outras. A curadoria inclui, também, sites, redes de pesquisa e plataformas de compartilhamento associados à produção técnico-científica nacional e internacional, de forma sistematizada”.

Por se tratar de um software livre que utiliza código aberto, Zotero facilita a gestão de dados bibliográficos e materiais relacionados à pesquisa (como PDFs).

Saiba como acessar a biblioteca Novo Coronavírus Covid-19 | Fiocruz

Para ter acesso aos documentos e links disponíveis na biblioteca temática, basta seguir dois passos. É bem rápido e fácil:

1. Abra uma conta no site www.zotero.org, cadastrando seu login e uma senha.
2. Peça um convite para participar do grupo Novo Coronavírus Covid-19 | Fiocruz: https://www.zotero.org/groups/2442236/novo_coronavrus_covid-19__fiocruz

Seja membro desta comunidade: participe e visite a biblioteca para se manter sempre bem informado e atualizado. E, se precisar de apoio, acesse os tutoriais anexos abaixo.

Tutorial para entrar no grupo da biblioteca temática.pdf

Tutorial para uso da biblioteca temática sobre o Coronavírus no Zotero.pdf

Fonte: Fiocruz Campos Virtual

Livro sobre os 70 anos da Biblioteca de Ciências da Saúde é lançado no Porangabuçu

O livro Biblioteca de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Ceará: 70 anos foi oficialmente lançado, na tarde da última terça-feira (30), no Campus do Porangabuçu. O lançamento ocorreu no salão de leitura da biblioteca e reuniu bibliotecários, servidores técnico-administrativos, professores e autoridades universitárias.

A edição da obra foi realizada em parceria com o Memorial da UFC e a Imprensa Universitária, tendo sido produzida em conjunto com uma exposição fotográfica e um vídeo institucional no contexto dos 70 anos da Faculdade de Medicina, comemorados no ano passado. A publicação teve como organizadores Adeli Gomes Moreira, Rafael de Farias Vieira, Gislene Soares Guerra, Eliene Gomes Vieira Nascimento e Joaquim Melo de Albuquerque. A obra homenageia postumamente a primeira bibliotecária e diretora da BCS, Cleide Ancilon de Alencar Pereira (1934-2018), fundadora do Curso de Biblioteconomia da UFC e Professora Emérita da Instituição.

Veja outras imagens do evento no Flickr da UFC

MEMÓRIA – Na abertura do evento, a diretora da Biblioteca de Ciências da Saúde (BCS), Nicácia Lina do Carmo, agradeceu a presença de todos e assumiu o compromisso de levar adiante o trabalho desenvolvido pelas gestões anteriores. “Quero continuar construindo a história dessa unidade de informação, e também fazer jus à obra de todas as bibliotecárias e de todos os funcionários que contribuíram com esta biblioteca”, afirmou.

Representando os organizadores da publicação, a ex-diretora da BCS Eliene Nascimento destacou a relevância do livro para a memória institucional da Universidade. “A obra traz uma visão geral da evolução da estrutura física da biblioteca, os serviços prestados ao seu usuário, e, o mais importante, registra um pouco da história das pessoas que deixaram suas impressões e contribuições, que constituem viva fonte de inspiração para outros profissionais e pesquisadores”, explicou.

A tarde foi histórica e memorável para o diretor do Sistema de Bibliotecas da UFC, Jonatan Soares, pois foi ali onde começou a trabalhar como bibliotecário e servidor técnico-administrativo. Como ex-aluno de Cleide Ancilon, ele ressaltou a didática extraordinária e a generosidade da homenageada. “A biblioteca é um dos baluartes do Campus do Porangabuçu. Sem a biblioteca, o campus não teria chegado ao êxito de hoje, e ela esteve sempre na vanguarda. Lembro quando cheguei aqui, não tinha Internet ainda, mas esta biblioteca já estava conectada aos melhores mecanismos da época para ajudar a salvar vidas”, compartilhou.

ACESSO AO SABER – “Constatamos que a Faculdade de Medicina e a Biblioteca de Ciências da Saúde estão intimamente ligadas, nasceram juntas e se ampliaram pari passu“. Assim, a diretora da Faculdade de Medicina (FAMED) da UFC, Valéria Góes, fez uma retrospectiva, assinalando fatos históricos desde a década de 1940, a partir do sonho de um grupo de pioneiros em estabelecer o ensino médico no Estado do Ceará. A diretora da FAMED reconheceu a função estratégica da biblioteca em facilitar o acesso da comunidade de usuários ao conhecimento científico, em particular estudantes, professores e profissionais da saúde. “Mesmo com todas as limitações financeiras impostas às universidades públicas, a biblioteca se mantém atualizada e ligada às principais bases de dados mundiais. Ocupa um lugar de destaque no coração do campus, com seu papel mediador do processo de ensino-aprendizagem, fornecendo valioso suporte de informações, através do acervo, dos serviços e do corpo técnico altamente qualificado e dedicado”, avaliou a Profª Valéria.

Nesse sentido, concordou a diretora da Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem (FFOE) da UFC, Lidiany Karla Gerage, ao celebrar a história septuagenária da BCS. Em tempos de informação acelerada e de conteúdos digitais, para a diretora da FFOE, a biblioteca segue desempenhando uma importante missão de democratizar o acesso a livros e publicações especializadas no campo da saúde. “As bibliotecas das universidades possuem um caráter universal, como instâncias privilegiadas de preservação do saber. A biblioteca é o principal agente de construção sociocultural de um país, preservando a experiência dos livros, contando as nossas histórias. São lugares para as pessoas explorarem, interagirem, lerem e também apresentarem suas ideias”, ponderou a Profª Lidiany.

LEGADO – Ao final dos discursos, Arnóbio Machado Pereira agradeceu pelo tributo prestado à memória da homenageada. Bastante emocionado, definiu como “justa e merecida” a lembrança ao legado de Cleide Ancilon, expressando gratidão em nome de familiares e amigos. Além do livro, desde 2010 a sala de Obras Raras da BCS recebeu o nome de sua primeira bibliotecária e diretora. “Com a criação do Curso de Biblioteconomia, Cleide reuniu todo o conhecimento e sua experiência, e, como professora, participou da formação de várias gerações de bibliotecários no Ceará. Conquistou respeito e admiração de docentes, discentes e funcionários. Era uma profissional de excelência, e sua humildade e simplicidade faziam dela uma pessoa muito querida por todos aqueles que puderam conviver com ela”, declarou.

SAIBA MAIS – De 1948 a 1957, a Faculdade de Medicina funcionou em um prédio na Praça José de Alencar, no Centro de Fortaleza, hoje ocupado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). No final dos anos 1950, os cursos de saúde da recém-criada Universidade do Ceará foram transferidos para o Campus do Porangabuçu, e a biblioteca ocupou uma sala no então Instituto Evandro Chagas, atual Departamento de Patologia e Medicina Legal.

A sede da Biblioteca de Ciências da Saúde Prof. Jurandir Marães Picanço foi construída em 1970 e se localiza na Rua Alexandre Baraúna, nº 1019, no bairro Rodolfo Teófilo.

Leia também: O Jornal da UFC nº 89, de maio de 2018, publicou uma reportagem especial sobre os 70 anos da Faculdade de Medicina da UFC.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: (85) 3366 7331

Fonte: UFC Notícias

WEBINAR: O bibliotecário e as múltiplas formas de disseminação de evidências em saúde.

WEBINAR: O bibliotecário e as múltiplas formas de disseminação de evidências em saúde.
Dia 21.02 às 10h

Registre-se aqui ➡️ https://bit.ly/2TS8ZUC

Este webinar gratuito visa despertar o bibliotecário para novas e significativas frentes de trabalho junto às equipes de saúde. Vagas limitadas.

Clique no link de acesso ao webex ( https://bit.ly/2TS8ZUC ) e em seguida no botão “Register” para submeter os dados solicitados. Após efetuar o registro você receberá um e-mail de confirmação com instruções para ingressar na sessão.

10º Congresso Regional de Informação em Ciências da Saúde – CRICS10

A décima edição do CRICS (CRICS10) busca alinhar-se com uma das prioridades atuais a nível global e regional, a Agenda 2030 e seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, analisando os aportes da evidencia e do conhecimento. Será um espaço para intercâmbio de informação e experiências em torno das diferentes temáticas do evento: Inovação e saúde digital, Gestão da informação, Gestão do conhecimento, Políticas e decisões informadas por evidências, Intersetorialidade, Ciência aberta, e Pesquisa e comunicação científica.

Mais informações: http://www.crics10.org/pt/

V Seminário Internacional de Informação para a Saúde

Data: 19 a 22 de junho de 2018

Tema: “Representação e organização da informação e do conhecimento mediadas pelas tecnologias digitais, com vistas ao empoderamento e ao protagonismo da saúde coletiva”.

Objetivos:

a) discutir sobre as tecnologias digitais de informação e de comunicação no contexto das organizações de saúde, contemplando aspectos relativos à representação, organização, disseminação, educação, preservação digital, ética e acesso à informação no contexto da saúde coletiva;

b) refletir sobre o regime de informação na perspectiva do empoderamento informacional no contexto da saúde pública;

c) sensibilizar os participantes do V SINFORGEDS para a necessidade e a urgência de concretizar a interdisciplinaridades, por meio das trocas de experiências entre a universidade, o setor produtivo e os profissionais das áreas da Ciência da Informação, das Ciências da Saúde, das tecnologias digitais, Biblioteconomia, Arquivologia, Computação e demais interessados nessas temáticas e áreas afins.

Local:  Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC) da Universidade Federal do Ceará

Mais informações: V Seminário Internacional de Informação para a Saúde