Página inicial / Notícias / Câmara aprova criação de prêmio de literatura infanto-juvenil

Câmara aprova criação de prêmio de literatura infanto-juvenil

O Plenário aprovou há pouco a criação do Prêmio Monteiro Lobato de Literatura para a Infância e a Juventude. A medida está prevista no Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 859/17 e segue para análise do Senado.

O prêmio decorre de uma emenda ao Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta firmado pelo governo brasileiro com Portugal. O texto adicional foi assinado em Salvador, na Bahia, em maio de 2017 e aguarda aprovação do Congresso Nacional.

A condecoração será concedida a cada dois anos a escritores e ilustradores de livros de literatura infanto-juvenil dos estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

O objetivo é homenagear autores de livros de língua portuguesa dedicados à infância e a juventude que contribuam com o patrimônio literário e artístico do idioma. O valor do prêmio será correspondente à soma das contribuições dos países membros do tratado – Brasil e Portugal.

José Bento Monteiro Lobato (1882-1948) foi um escritor, tradutor e editor brasileiro. Considerado o fundador da moderna literatura infantil no Brasil, Monteiro Lobato nasceu em Taubaté, interior de São Paulo, e ganhou popularidade com obras para crianças, a principal delas O Sítio do Picapau Amarelo – série de 23 volumes de literatura fantástica escrita entre 1920 e 1947. A série tem origem em um dos livros do escritor, Reinações de Narizinho, publicado em 1931.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Rachel Librelon

Fonte: Agência Câmara Notícias

Sobre admin

Check Also

Frente pede a efetivação do Plano Municipal do Livro em São Paulo

Uma das principais ações pleiteadas pela Frente é a aprovação do Projeto de Lei que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *