Página inicial / Biblioteconomia / Bibliotecas / Bibliotecas e livrarias que permitem uma volta ao mundo

Bibliotecas e livrarias que permitem uma volta ao mundo

Texto por Luisa Pereira

Com arquiteturas de diferentes tipos e catálogos para todos os gostos, a visita se torna uma viagem

Biblioteca do Estado, Rússica

No mundo de hoje, a fala e a escrita são consideradas essenciais para que o ser humano se comunique de maneira eficiente, além de serem consideradas as formas mais eficientes de passar memórias e práticas entre as gerações. Os livros são uma maneira de imortalizar esses conhecimentos, impedindo que eles desapareçam com a mudança da sociedade.

Visitar bibliotecas é uma ótima maneira de entender mais sobre um local. Além do conteúdo dos livros, a arquitetura e o estilo do local permitem saber mais sobre a época e o contexto em que o prédio foi fundado, além das referências culturais e dos motivos por trás do acervo. Para quem gosta desse tipo de passeio, é possível fazer uma espécie de volta ao mundo somente conhecendo as bibliotecas de diferentes países. Apreciar lugares como esses pessoalmente é a experiência perfeita para os amantes de livros de histórias. Assim, separe sua passagem aérea e saiba quais você não pode deixar de visitar.

Biblioteca Bodleiana – Oxford, Reino Unido

A Biblioteca Bodleiana é a principal biblioteca de pesquisa da Universidade de Oxford, no Reino Unido, sendo uma das mais antigas da Europa. Ela foi inaugurada em 8 de novembro de 1602, idealizada por John Radcliffe. Um dos prédios que fazem parte do complexo, inclusive, tem um formato circular com uma abóbada no topo, no estilo neogótico, enfatizando a arquitetura impressionante do local. As áreas principais da biblioteca estão abertas ao público, entretanto, certas salas só podem ser visitadas com o acompanhamento de um guia.

Russian State Library –  Moscou, Rússia

Localizada em Moscou, ou Moscovo, a Biblioteca do Estado Russo é a biblioteca nacional da Rússia, sendo a terceira maior do mundo por número de livros, contando com mais de 17 milhões de volumes. Sua arquitetura, assim como a decoração e muitos dos itens de administração, são dos mais clássicos, com ficheiros e guarda-volumes. Além de livros, a biblioteca abriga mapas, registros sonoros, partituras musicais e publicações em diversos dialetos e idiomas. Não é possível retirar uma obra para ler em casa, mas é possível aproveitar os espaços da instalação e fazer a leitura dos livros no local.

Livraria Zhongshuge Hangzhou – Hangzhou, China

Com uma arquitetura futurista e ao mesmo tempo acolhedora, a sensação é de uma livraria ampla e infinita, onde não é possível encontrar o ponto em que as paredes tocam o chão. O efeito impressionante foi criado com o uso de espelhos, sendo projetado pelo estúdio de arquitetura chinês XL-Muse, que idealizou um espaço com o objetivo de que o público ficasse completamente imerso no mundo dos livros.

Cafebrería el Péndulo – Cidade do México, México

O espaço conta com um duplo conceito, funcionando como livraria e café. Sua arquitetura conta com muita luz natural e até a presença de plantas. Por isso, não se espante com as folhas verdes entre as estantes de livros, que resultam em um cenário que transita entre o moderno e o bucólico de maneira muito natural. Além dos livros, o local conta com apresentações literárias, shows e cursos de literatura.

Fonte: Capital News

Sobre admin

Check Also

Projeto de leitura para pessoas acima de 60 anos está com inscrições abertas em Itapetininga

Segundo a prefeitura, a iniciativa é totalmente digital e segura. Acervo virtual possui mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *