Página inicial / Notícias / Bibliotecários, educadores, pais e alunos se unem em defesa da Biblioteca Escolar

Bibliotecários, educadores, pais e alunos se unem em defesa da Biblioteca Escolar

Manifestantes lutam para que seja cumprida a Lei 12.244/2010, que regulamenta que todas as escolas do Brasil tenham bibliotecas com bibliotecários até 2020

Até 2020 todas as escolas do Brasil devem ter bibliotecas. Foto Divulgação

Centenas de bibliotecários, educadores, pais e estudantes participaram da manifestação Biblioteca Escolar para Todos, no último dia 11 de novembro, na Avenida Paulista, em São Paulo.

A manifestação teve como objetivo sensibilizar a população, os profissionais e as instituições para o cumprimento da Lei Federal 12.244/2010, que regulamenta que todas as instituições de ensino públicas e privadas do Brasil tenham bibliotecas até 2020 e que cada espaço tenha um bibliotecário como responsável.

Presente no evento, a pedagoga Elaine Saraiva, salientou a importância da biblioteca na escola “É um espaço motivador para a leitura, além de ser um apoio para o professor. Não dá para se pensar em uma escola sem uma biblioteca e o profissional bibliotecário”, salientou.

A bibliotecária Dagmar Lima da Silva, que atua no CEU Campo Limpo, lembrou que a biblioteca escolar é fundamental para a pesquisa e orientação dos estudantes e que não pode ser confundida com uma sala de leitura. “Uma das diferenças é a organização dos livros e a orientação dos alunos pelo bibliotecário”, pontua.

Seu filho Pedro, de 9 anos, também defendeu a biblioteca escolar. “A biblioteca estimula que os alunos leiam mais”, avalia.  O garoto estuda em uma escola particular que conta com biblioteca e bibliotecário.

Mas a realidade no Estado de São Paulo em escolas públicas se mostra bem diferente. Só para se ter ideia, dados do Censo Escolar, disponibilizados pela plataforma QEdu, mostram que em 2017, das 18.621 escolas públicas de Educação Básica do Estado de São Paulo, apenas catorze por cento, ou seja, 2.638 escolas contam com bibliotecas.

A bateria da Faculdade Belas Arte e membros do Rotary apoiaram a manifestação. Foto divulgação.

“Precisamos que todos conheçam essa Lei e cobrem dos governantes sua implementação. As bibliotecas escolares com bibliotecários contribuem muito no processo de ensino-aprendizagem”, defende a presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia – 8ª região, Regina Céli de Sousa.

O lançamento oficial da Campanha Biblioteca Escolar para Todos aconteceu durante a Bienal Internacional do Livro com grande adesão.  De 3 a 12 de agosto foram conquistadas 3.600 assinaturas. A Campanha continuou pela internet com outras mil assinaturas.  Hoje, com a manifestação na Avenida Paulista, a causa já conta com a adesão de quase 900 pessoas.

Campanha Biblioteca Escolar para Todos é realizada pelo Conselho Regional de Biblioteconomia – 8ª região (CRB-8)  em parceria com estudantes, pais de alunos, Escolas de Biblioteconomia  e profissionais bibliotecários. A bateria da Faculdade Belas Arte esteve presente e animou a manifestação.

Serviço:

Campanha Biblioteca Escolar Para Todos

Para participar da Campanha online: http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR107124

Informações sobre Educação- Portal QEdu: http://www.qedu.org.br/estado/125-sao-paulo/censo-escolar?year=2017&dependence=0&localization=0&education_stage=0&item=

Sobre admin

Check Also

Eleições CFB 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *