Página inicial / Notícias / Atividades em Bibliotecas: limpeza, higienização e desinfecção

Atividades em Bibliotecas: limpeza, higienização e desinfecção

Considerando a necessidade de prevenção de doenças, especial atenção deve ser dada às atividades realizadas em ambientes de trabalho, incluindo as Bibliotecas. Algumas recomendações podem ser úteis. 

PROCEDIMENTOS GERAIS

  • Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca com lenço descartável; descarte o lenço no lixo e lave as mãos; caso apresente sintomas de resfriado, evite contato com outras pessoas, permaneça em casa;
  • Evite aglomerações e ambientes fechados e mantenha distância social de ao menos um metro;
  • Procure manter os ambientes ventilados;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como canetas, lápis, copos, celular, etc.;
  • Mantenha as superfícies livres de adornos e os objetos de trabalho limpos;
  • Mantenha a higiene das mãos, rosto e cabelos;
  • Evite levar as mãos à boca e nariz antes de estarem limpas;
  • Antes de manusear objetos de uso compartilhado, lave suas mãos.

LIMPEZA GERAL

De acordo com matéria divulgada recentemente [1] com base em estudo publicado na revista científica “New England Journal of Medicine” [2] o coronavírus responsável pela doença Covid-19 consegue sobreviver até 3 dias em algumas superfícies, como plástico ou aço.

Nesse sentido, segundo a ANVISA [3], as pessoas responsáveis pela limpeza, gerenciamento de resíduos sólidos e efluentes sanitários devem manter os procedimentos operacionais padronizados (POP), incluindo o uso de EPI, descritos, atualizados e acessíveis;

  • Nunca varrer superfícies a seco, pois esse ato favorece a dispersão de microrganismos que são veiculados pelas partículas de pó. Se for necessário, deve ser utilizada a técnica de varredura úmida;
  • Limpar todas as superfícies de trabalho como mesas e balcões diariamente, bem como as superfícies potencialmente contaminadas, tais como cadeiras/ poltronas, corrimãos, maçanetas, apoios de braços, encostos, bandejas, interruptores de luz e ar, controles remotos, paredes adjacentes, portas e janelas, com produtos autorizados para este fim;
  • Não utilizar adornos (anéis, pulseiras, relógios, colares, piercing, brincos) durante a realização dos procedimentos de limpeza;
  • Manter os cabelos presos, barba feita ou aparada e protegida, unhas limpas e aparadas; Os calçados devem ser fechados e impermeáveis; Lembrar que o uso de luvas não substitui a higiene adequada das mãos com água e sabão; O uso de álcool gel 70% é pertinente após higiene adequada das mãos;
  • Friccionar as superfícies com pano embebido com água e detergente neutro ou enzimático, entre outros de igual ou superior eficiência; Após o procedimento de limpeza e desinfecção, nunca tocar desnecessariamente superfícies, equipamentos, utensílios ou materiais (tais como telefones, maçanetas, portas) enquanto estiver com luvas, para evitar a transferência de microrganismos para outros ambientes e pessoas;
  • Utilizar produtos saneantes devidamente regularizados na Anvisa;
  • Utilizar produto de limpeza ou desinfecção compatível com material do equipamento\superfície;
  • Lixeiras: Aplicar um desinfetante de uso geral, deixar agir por 30 minutos e depois enxaguar;
  • Panos de limpeza: a lavagem com sabão em pó e enxague é suficiente para eliminar o vírus dos tecidos, mas a água utilizada em baldes destinada a esse fim deve ser trocada com frequência.

HIGIENIZAÇÃO DE ACERVOS

Segundo Spinelli [4], a higienização refere-se à conservação preventiva dos acervos e “descreve a ação de eliminação das sujidades generalizadas que se encontram sobre os livros e os documentos e a eliminação de seus agentes agressores, […] objetivando, entre outros fatores, a permanência estética e estrutural dos documentos, atuando também como elemento de prevenção à saúde das pessoas envolvidas com estes acervos.” [4]

A higienização deve ser realizada por profissionais especializados, […] “que  devem passar por um treinamento específico quanto aos cuidados ao manusear os documentos, principalmente os mais frágeis que precisam de maiores cuidados e atenção, para que não ocorram riscos de novos danos, como também ter conhecimentos razoáveis para a identificação dos agentes nocivos, o que irá agilizar e facilitar a limpeza.” [4]

DESINFECÇÃO – Orientar os colaboradores a:

  • Utilizar produtos de limpeza compatíveis com as superfícies de trabalho, pisos e equipamentos, de modo a higienizá-los sem danificá-los; na falta de produtos específicos, utilizar solução de limpeza sendo uma(1) parte de água sanitária para nove (9) partes de água.

== REFERÊNCIAS ==

[1] VALADARES, Marcelo. Quanto tempo o coronavírus sobrevive nas superfícies? Estudo aponta que plástico e aço ampliam a sobrevida. G1 Notícias. Bem estar.  19 março 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/03/19/quanto-tempo-o-coronavirus-sobrevive-nas-superficies-estudo-aponta-que-plastico-e-aco-ampliam-a-sobrevida.ghtml Acesso em: 19 mar. 2020.

[2] VAN DOREMALEN, N. et al. Aerosol and Surface Stability of SARS-CoV-2 as Compared with SARS-CoV-1. The New England Journal of Medicine, Correspondence March 17, 2020. DOI: https://www.nejm.org/doi/10.1056/NEJMc2004973 Disponível em: https://www.nejm.org/doi/pdf/10.1056/NEJMc2004973?articleTools=true

[3] ANVISA. PROCEDIMENTO: LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE AMBIENTES, EQUIPAMENTOS, UTENSÍLIOS POTENCIALMENTE CONTAMINADOS, GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E EFLUENTES SANITÁRIOS. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/5777769/PROCEDIMENTO+01+-+PLD-Residuo-Efluentes-/54d4b6eb-36a9-45d9-ba8b-49c648a5f375 Acesso em: 17 março 2020.

[4] SPINELLI, J. Recomendações para a higienização de acervos bibliográficos & documentais. Rio de Janeiro: Biblioteca Nacional, 2010. Disponível em: https://www.bn.gov.br/sites/default/files/documentos/producao/recomendacao/recomendacoes-higienizacao-acervos-bibliograficos//recomendacoes_higienizacao_jaime.pdf Acesso em: 20 março 2020.

Fonte: AGUIA USP

Sobre admin

Check Also

Senado adia votação de lei das fake news, que criminaliza o uso de contas falsas

Texto por Matheus Luque, editado por Cesar Schaeffer O projeto cria a Lei Brasileira de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *