A procura por material digital no mês de março foi 50% maior do que no mesmo período de 2019

Texto por Beatriz Bleyer, Guilherme Araki e Letícia Fortes

A quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) levou um registro recorde de acessos a conteúdos online na Biblioteca da PUCPR. Para acompanhar a demanda crescente, a instituição tem apliado a oferta de obras para leitura eletrônica, buscando facilitar o acesso de conteúdos pela comunidade interna da universidade. A parceria com editoras resultou na disponibilização de vários conteúdos digitais novos nesse período, entre livros e estudos acadêmicos das mais diversas áreas do conhecimento, inclusive sobre o novo coronavírus.

As bases de várias universidades inscritas no portal da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) estão liberando seus periódicos para a comunidade acadêmica. Entre as novidades, estão conteúdos de instituições de ensino como Yale, Harvard Business Review, Oxford University Press, Science Direct e Sage.

De acordo com um levantamento realizado pela Biblioteca da PUCPR, março registrou crescimento de 50% no volume de acessos à plataforma digital na comparação com o mesmo mês de 2019. A instituição contabilizou aproximadamente 90 mil clicks de leitores nas bases assinadas e a visualização de 423 mil páginas do acervo de e-books.

Segundo Joyce Leonita, funcionária da biblioteca online da PUCPR, as estatísticas de acesso são processadas e divulgadas mensalmente. “O mês de fevereiro geralmente não conta com números muito significativos por ser começo de semestre, quando os alunos estão voltando a estudar”, afirma. “Mas eu já percebi que houve um aumento no número de acessos, quase 50% a mais que no mesmo mês de 2019.”

Enquanto a biblioteca funciona apenas online, todas as devoluções de livros físicos estão sendo adiadas até a retomada das atividades presenciais da universidade, que ainda não tem previsão de acontecer.

Fonte: Comunicare