Página inicial / Literatura / Literatura Infantil / A literatura infantil no desenvolvimento das crianças

A literatura infantil no desenvolvimento das crianças

Liu Oubinã é escritora infnato-juvenil

Texto por Eliana Oubiña

As histórias infantis fazem parte das nossas vidas desde os tempos antigos, nos quais elas eram contadas oralmente e passadas de geração em geração. No séc. XVI, surgiram os livros impressos, a partir da imprensa de Gutenberg. Contudo, os primeiros livros para crianças foram produzidos ao final do século XVII, pois antes disso, não se escrevia para elas. Produções literárias para essa faixa etária diferenciada, com interesses próprios e necessitando de formação específica só surgiram em meados da Idade Média, com a emergência de uma nova noção de família, centrada em núcleos unicelulares (pai, mãe e filhos).

Hoje sabemos o quanto a literatura tem a capacidade de alimentar a alma, por isso, é tão importante para as relações pessoais, que haja o compartilhamento da leitura, onde se dá a comunicação de afeto entre pais e filhos. Nesse momento é necessário criar um ambiente adequado e tranquilo; estabelecer um horário; se possível, ter uma variedade de narrativas e; contá-las de uma forma criativa para que a criança e o adulto descubram o leitor que há em todos. Assim tornamos o hábito da leitura algo prazeroso e divertido, que ficará registrado na memória das crianças. Além disso, esse exercício ajuda no desenvolvimento psicológico, amplia o vocabulário e a criatividade, desenvolvendo a linguagem e o pensamento, trabalhando atenção e socialização e tudo isso acontece a partir do momento que ele percebe a si e ao outro, através da leitura.

Leia a matéria completa em A Tarde

Sobre admin

Check Also

Projeto de leitura para pessoas acima de 60 anos está com inscrições abertas em Itapetininga

Segundo a prefeitura, a iniciativa é totalmente digital e segura. Acervo virtual possui mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *